UAI
Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

"Fui covarde", diz homem que matou a ex no Barreiro

Homem foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira (05/08), em um motel na Avenida Úrsula Paulino, no Bairro Betânia, na Região Nordeste de BH


05/08/2022 10:52 - atualizado 06/08/2022 15:54

Na foto, assassino é conduzido à viatura da Polícia Militar por agentes
Segundo a PM, o tatuador estava com a mesma roupa do dia do crime e o tênis tinha vestígios de sangue (foto: Edesio Ferreira/EM/DA Press)
O tatuador Thales Tomas do Vale, de 29 anos, preso por matar a ex-namorada, no bairro Cardoso, na Região do Barreiro, confessou o crime à polícia e disse estar arrependido. "Fui covarde", declarou em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (05/08).

Ele foi preso em um motel na Avenida Úrsula Paulino, no Bairro Betânia, na Região Oeste de BH. Segundo a PM, o tatuador ainda estava com a mesma roupa do dia do crime. "Isso mostra que o suspeito não teve muito tempo para preparar sua fuga”, afirma o  subtenente Antônio Neves Honorato. 

Thales foi localizado após denuncia anônima de uma atendente do estabelecimento. No quarto, os militares encontram um par de tênis sujo de sangue, maconha e pertences pessoais. "Foi uma abordagem surpresa. No momento em que ele estava sendo algemado, tentou reagir", contou.

O militar confirmou que Emily Ferretti já tinha uma medida protetiva contra o suspeito, mas não deu mais detalhes. A ocorrência ainda está em andamento. Thales foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia de Polícia Civil, que vai investigar o caso.

A faca utilizada no crime ainda não foi localizada. De acordo com a polícia, o ex-companheiro de Emily, 25, mora nos Estados Unidos e veio ao Brasil para fazer um curso de tatuagem. Ele não aceitava o fim do relacionamento, que terminou em julho.


Leia mais: https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2022/08/05/interna_gerais,1384809/fui-covarde-diz-homem-que-matou-a-ex-no-barreiro.shtml

Ele foi preso em um motel na Avenida Úrsula Paulino, no Bairro Betânia, na Região Oeste de BH. Segundo a PM, o tatuador ainda estava com a mesma roupa do dia do crime. "Isso mostra que o suspeito não teve muito tempo para preparar sua fuga", afirma o subtenente Antônio Neves Honorato.

Thales foi localizado após denuncia anônima de uma atendente do estabelecimento. No quarto, os militares encontram um par de tênis sujo de sangue, maconha e pertences pessoais. "Foi uma abordagem surpresa. No momento em que ele estava sendo algemado, tentou reagir", contou.

Acesse o site: https://em.com.br / https://uai.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - https://instagram.com/estadodeminas/
Twitter - https://twitter.com/em_com

#Barreiro #Feminicidio #Preso" />


Velório


"Graças a Deus conseguiram pegar ele antes que fugisse do flagrante. A gente estava com medo que passasse o tempo. Achei que ele já não estava no Brasil. É uma satisfação. Agora é aguardar que a Justiça seja feita", declarou o pai de Emily, Julei Anderson Fernandes, durante o velório da filha, que acontece no Barreiro, a partir das 11h30.

O irmão da jovem, Kairos Gabriel, que ficou ferido ao tentar salvá-la, presta depoimento à Polícia Militar nesta manhã. "Ele vai precisar de um acompanhamento psicológico. Ele até que está firme. Parece que a nossa ficha ainda não caiu. Vamos ver quando passar isso tudo", contou Julei. O enterro do corpo será às 14h30.


O que é relacionamento abusivo?

Os relacionamentos abusivos contra as mulheres ocorrem quando há discrepância no poder de um em relação ao outro. Eles não surgem do nada e, mesmo que as violências não se apresentem de forma clara, os abusos estão ali, presentes desde o início. É preciso esclarecer que a relação abusiva não começa com violências explícitas, como ameaças e agressões físicas.

A violência doméstica é um problema social e de saúde pública e, que quando se fala de comportamento, a raiz do problema está na socialização. Entenda o que é relacionamento abusivo e como sair dele.

Leia também:
 Cidade feminista: mulheres relatam violência imposta pelos espaços urbanos

Como denunciar violência contra mulheres?

  • Ligue 180 para ajudar vítimas de abusos.
  • Em casos de emergência, ligue 190.

O que é violência física?

  • Espancar
  • Atirar objetos, sacudir e apertar os braços
  • Estrangular ou sufocar
  • Provocar lesões

O que é violência psicológica?

  • Ameaçar
  • Constranger
  • Humilhar
  • Manipular
  • Proibir de estudar, viajar ou falar com amigos e parentes
  • Vigilância constante
  • Chantagear
  • Ridicularizar
  • Distorcer e omitir fatos para deixar a mulher em dúvida sobre sanidade (Gaslighting)

O que é violência sexual?

  • Estupro
  • Obrigar a mulher a fazer atos sexuais que causam desconforto 
  • Impedir o uso de métodos contraceptivos ou forçar a mulher a abortar
  • Limitar ou anular o exercício dos direitos sexuais e reprodutivos da mulher

O que é violência patrimonial?

  • Controlar o dinheiro
  • Deixar de pagar pensão
  • Destruir documentos pessoais
  • Privar de bens, valores ou recursos econômicos
  • Causar danos propositais a objetos da mulher

O que é violência moral?

  • Acusar de traição
  • Emitir juízos morais sobre conduta
  • Fazer críticas mentirosas
  • Expor a vida íntima
  • Rebaixar por meio de xingamentos que incidem sobre a sua índole

Leia mais:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade