UAI
Publicidade

Estado de Minas ALARMANTE

Minas bate novo recorde ao registrar 40 mil novos casos de COVID em 1 dia

É a primeira vez, desde quando começou a pandemia, em março de 2020, que o estado mineiro supera a marca de 40 mil: 'o pico chegou', avisou o secretário


28/01/2022 11:06 - atualizado 28/01/2022 11:42

Três ambulâncias paradas em frente ao Hospital Metropolitano do Barreiro
Alta de novas contaminações por COVID-19 não para em Minas Gerais (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press - 24/03/2021)
O cenário da pandemia segue alarmante e Minas Gerais bate novo recorde de casos positivos para COVID-19 nesta sexta-feira (28/1). Nas últimas 24 horas, 40.753 pessoas testaram positivo para a doença. Esta é a maior marca desde março de 2020 e a primeira vez que o estado supera a casa dos 40 mil. 

Até o início deste ano, o estado mineiro nunca havia registrado mais do que 17 mil novos casos em apenas 24h. No dia 12 deste mês, Minas bateu o antigo recorde para iniciar uma escalada de contaminações nunca vista antes em terras mineiras.
 
"O pico chegou", afirmou ontem o secretário de Saúde de Minas, Fábio Baccherett. "Nosso ponto agora é ter assistência para as pessoas porque o pico chegou e agora é garantir essas duas a três semanas para garantir que passe essa pressão no sistema de saúde", complementou (leia mais aqui).
 
Para se ter uma ideia, é a sétima vez desde o início da pandemia que Minas passa a marca de 25 mil novos casos de COVID-19 em um dia. Todas elas foram batidas nos últimos 10 dias.
 
Além de hoje, novo recorde do indicador, as outras vezes ocorreram: ontem (27/1), com 34.420; quarta (26/1), com 36.383; sábado (23/1), com 26.136; sexta (22/1), com 26.977; quinta-feira (20/1), quando 25.939 novos contaminados foram registrados em apenas 24h; e na quarta (19/1), com 27.683.
 

Mortes 

 
O número de mortes em decorrência da doença caiu em comparação ao último relatório, com 44 óbitos registrados em 24 horas, enquanto a marca anterior foi de 55. Desde o início da pandemia, 55.137 vidas foram perdidas em Minas Gerais. 
 
Para efeito de comparação, o dia em que Minas Gerais registrou o maior número de mortes por COVID-19 ocorreu em 7 de abril do ano passado, com 508 perdas. O boletim que apresentou a maior quantidade de óbitos foi publicado no dia 29 de março de 2021, com 463. 
 
Os dados foram publicados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) no Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (28/01). 

Imunização 


De acordo com o Governo de Minas, até a última quarta-feira 78,46% da população total foi imunizada com a primeira dose da vacina contra a COVID-19 e 74,14% com a segunda ou com a dose única. A cobertura da dose de reforço é bem menor em relação aos outros dois dados: 20,98%. 
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade