UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: comitê de Sete Lagoas flexibiliza uso de máscaras na cidade

Agora uso é facultativo em locais abertos, mas obrigatoriedade continua em atividades e estabelecimento em ambientes fechados


23/11/2021 11:20 - atualizado 23/11/2021 11:52

Comitê tomou essa decisão com base na baixa hospitalização de pacientes com COVID-19, na queda no número de óbitos e de novos casos da doença e na cobertura vacinal do município
Comitê tomou essa decisão com base na baixa hospitalização de pacientes com COVID-19, na queda no número de óbitos e de novos casos da doença e na cobertura vacinal do município (foto: CDL de Sete Lagoas)
O Comitê Local de Enfrentamento da COVID-19 de Sete Lagoas, na Região Central do estado, decidiu por uma maior flexibilização na legislação, sendo a principal delas tornar facultativo o uso de máscaras em locais abertos. A decisão foi tomada em uma reunião realizada na tarde desta segunda-feira (22/11).

De acordo com o novo decreto, o uso de máscara foi liberado em locais abertos, mas a obrigatoriedade continua em atividades e estabelecimento em ambientes fechados e no transporte público. Também foi suspensa a limitação de pessoas de pé dentro dos ônibus do transporte coletivo.

Composto pelo prefeito Duílio de Castro (Patriota) e representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Procuradoria Geral do Município, de hospitais particulares, da Guarda Municipal, Polícia Civil e da Polícia Militar, o comitê tomou essa decisão com base na baixa hospitalização de pacientes com COVID-19, na queda no número de óbitos e de novos casos da doença e na cobertura vacinal do município.

“A Prefeitura trabalhou muito para chegarmos a este cenário favorável em todos os índices. Toda decisão do comitê é baseada em questões epidemiológicas, mas a população ainda precisa cooperar porque a pandemia não acabou por completo”, comentou o prefeito.

As novas regras foram publicadas no decreto nº 6.678, no Diário Oficial do Município.

Vacinação em Sete Lagoas


A operação de vacinação em massa está sendo coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde e até o momento foram aplicadas mais de 340 mil doses na cidade.

Segundo a prefeitura, a primeira dose chegou a 182.898 pessoas, totalizando 75,6% da população. Já a segunda dose ou dose única foi aplicada em 158.271, deixando 61,3% com a imunização completa. Além disso, 15.734 pessoas também receberam a 3ª dose de reforço até o momento.

“Fizemos uma verdadeira operação de guerra e o trabalho não para, pois temos novos calendários divulgados diariamente. Com esta queda nos índices podemos evoluir, já que a situação é considerada sob controle”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Flávio Pimenta.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade