UAI
Publicidade

Estado de Minas Bloco na rua

Ouro Preto acredita na possibilidade de carnaval presencial em 2022

Com esquema vacinal quanse completo e baixa nos números de mortes por COVID-19, cidade quer atrair cerca de 50 mil foliões e injetar R$ 20 milhões na economia


15/10/2021 15:57 - atualizado 15/10/2021 16:38

Vista de Ouro Preto no carnaval
Como de costume, o bloco do Zé Pereira e o Clube dos Lacaios abrem o carnaval de Ouro Preto na quinta-feira e retornam às ruas históricas no domingo. Presidência do clube se prepara para retomada, mas com cautela (foto: Divulgação/Anne Souz)
Faltam 133 dias para o carnaval e, nessa contagem regressiva, a cidade de Ouro Preto, na Região Central de Minas, conhecida por atrair nos dias de festa cerca de 50 mil foliões, já se prepara para atender quem vai escolher o destino mineiro conhecido pelos cenários históricos de tirar o fôlego.

A prefeitura da cidade tem se reunido com os responsáveis dos principais atrativos, com o objetivo de realizar a festa de uma maneira segura. É o que afirma o presidente do Zé Pereira e o Clube dos Lacaios, Arthur Carneiro, a agremiação carnavalesca em atividade mais antiga do Brasil, que completa 155 anos em 2022.
 
 
Como de costume, o bloco do Zé Pereira e o Clube dos Lacaios abrem o carnaval de Ouro Preto na quinta-feira e retornam às ruas históricas no domingo. Segundo o presidente, essa tradição não aconteceu em apenas duas datas: na segunda guerra mundial, em que alguns membros foram convocados para lutar, e em 2021, no combate à pandemia da COVID-19.
 
“Durante 2021, realizamos trabalhos em nossa sede e acervo. Caso aconteça o carnaval em 2022, estaremos prontos e estruturados para receber todos os nossos membros e foliões da melhor forma possível. Agora, vamos aguardar e ver como estará a situação da pandemia até lá”, pondera.
 
Apostando na saudade dos foliões e nos números em queda da COVID-19, a Liga dos Blocos de Ouro Preto, formada pelos blocos do Caixão, Cabrobró, Praia e Chapado, está mais otimista e já abriu os lotes de vendas que prometem 17 atrações nos quatro dias de festa. “Já tem bloco com venda do quarto lote e estão confirmadas atrações conhecidas pelo público, como Léo Santana, DJ Dennis e Pedro Sampaio."
 
Bloco de carnaval em Ouro Preto
Liga dos Blocos já abriu lotes e promete 17 atrações (foto: Divulgação/ Liga dos Blocos)
 
 
O presidente da Liga dos Blocos de Carnaval de Ouro Preto, Arthur Magalhães, afirma que haverá segurança e o evento será adequado de acordo com a realidade do país.
 
“Temos total ciência de que a vida é o bem mais importante. Por isso, nosso planejamento inclui os protocolos do Programa Minas Consciente, adicionados aos protocolos em vigência nos grandes eventos do mundo, que já voltaram a ser realizado”.
 
O carnaval da Liga dos Blocos acontece anualmente no estacionamento do Centro de Convenções da UFOP. Em reunião do CUNE - Conselho Universitário da Universidade Federal de Ouro Preto, no dia 29 de julho de 2021, a UFOP decidiu que ainda perdurando o cenário da pandemia da COVID-19, a festa está desautorizada a acontecer em qualquer espaço que pertença à universidade.
 
Diante disso, até o momento, a Liga dos Blocos está à procura de um espaço para a realização dos shows e estadia dos foliões.
 
 

Prefeitura planeja festa com cautela

 
De acordo com o secretário Municipal Turismo, Indústria e Comércio, Rodrigo Câmara, como todo evento de grande porte, como o carnaval em Ouro Preto, o planejamento deve se antecipar, mas ainda não tem como afirmar se o evento vai acontecer de forma presencial.
 
“Todos os processos de desenvolvimento criativo e processos legais estão sendo tomados, porém, como Ouro Preto aderiu ao Programa Minas Consciente do Governo do Estado de Minas Gerais, qualquer afirmação neste momento de que o evento acontecerá, é precipitada” pondera.
O secretário afirma que a festa na cidade é de grande importância para a retomada da economia no município e que durante os dias de folia a cidade poderá receber em torno de R$ 20 milhões de injeção financeira direta com o turismo.
 
Mas mesmo com os bons números o secretário percebe que ainda existe a insegurança por parte dos patrocinadores em criar vínculo de suas marcas com eventos e projetos que possam promover a aglomeração irresponsável e assim causar prejuízos à imagem da empresa.
 
“O carnaval de Ouro Preto normalmente é realizado através de investimentos da iniciativa privada e o município já está em tratativas com elas, não podemos afirmar o que vai acontecer em fevereiro de 2022, mas já estamos nos preparando”.
 

Minas Gerais em números

 
Em uma coletiva de imprensa realizada nessa quinta-feira (14/10), o secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, levantou pontos atuais sobre a situação da COVID-19, entre as quais o avanço da vacinação no estado. Em Minas, 523 municípios não registram mortes por COVID-19 há um mês.
 
O secretário também disse que, devido à melhoria dos indicadores da pandemia no estado, a expectativa é de que no final de novembro pode ser que os mineiros sejam desobrigados a usar as máscaras sanitárias em locais abertos, quando alcançarem a imunidade de rebanho com 70% das pessoas vacinadas.

“É um passo de cada vez, vamos avaliar. Mas é uma expectativa, não podemos ter pressa, não está na hora de tirarmos a máscara, ainda não atingimos isso. Temos ainda 50% da população com duas doses, tirando aí o atraso dos dados a serem lançados. Então, ainda estamos longe dos 70% e 80%, mas não é tão longe", ponderou.
 
De acordo com o painel de vacinação da Secretaria de Estado de Minas Gerais, 84,6% dos mineiros já tomaram a primeira dose e 53,21% já têm o quadro vacinal completo.
 
Como está em Ouro Preto?
 
A cidade já está em fase de vacinação dos adolescentes. Nesta sexta-feira (15/10), jovens com 14 anos foram convocados a tomar a primeira dose do imunizante contra a COVID-19.  
 
De acordo com o painel de vacinação, disponibilizado no dia 13, 81,43% da população de Ouro Preto já tomou a primeira dose da vacina e 68,68% já está com o quadro vacinal completo. Quando o recorte é a população acima de 12 anos, o painel apresenta 96,6% da população com a primeira dose.
 
De acordo com o boletim epidemiológico dessa quinta-feira, a microrregião de Ouro Preto, com as cidades de Ouro Preto, Mariana e Itabirito, permanecem na onda verde do Plano Minas Consciente e foram registrados cinco novos casos da doença.
 
Em outubro, nenhuma morte foi registrada e já são 17 dias que permanecem nas 131 vidas perdidas pela doença. O mês de setembro fechou com três mortes e em agosto foram duas mortes registradas.
 
A Prefeitura de Ouro Preto reconhece que a campanha de vacinação contra a COVID-19 na cidade tem tido bons resultados e acredita que isso pode contribuir não só para a realização do carnaval, mas para a retomada do turismo e festividades no município.
 
 
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?  Posso beber após vacinar? Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade