UAI
Publicidade

Estado de Minas REDES SOCIAIS

Kalil sobre estudo: ''Somos referência nacional na gestão da pandemia''

No Twitter, o prefeito de Belo Horizonte parabenizou a população no combate à pandemia de COVID-19


15/10/2021 14:13 - atualizado 15/10/2021 14:28

De máscara, o prefeito Alexandre Kalil
O prefeito Alexandre Kalil (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O prefeito Alexandre Kalil ( PSD) usou as redes sociais nesta sexta-feira (15/10) para destacar  o estudo do Imperial College, universidade londrina de excelência mundial na produção científica,  que apontou Belo Horizonte como a capital com menor mortalidade entre pacientes internados em hospitais com o novo coronavírus.
"Parabéns população de Belo Horizonte. Somos a referência nacional na gestão da pandemia para o Imperial College de Londres. Se todas as 14 capitais do estudo tivessem a mesma taxa de mortalidade de BH, 328 mil mortes teriam sido evitadas", escreveu o prefeito da capital mineira em seu perfil no Twitter. 



Conforme o estudo, o alívio de 55% no número de vítimas para os 602.099 óbitos já alcançados nesta sexta-feira (15/10), foi calculado com base na sobrevivência hospitalar ao vírus na capital mineira. 

Ainda de acordo com o trabalho científico, entre as 14 capitais brasileiras estudadas (veja a tabela), entre 20 de janeiro de 2020 e 26 de julho de 2021, Belo Horizonte é a que teve o menor percentual de mortes, com 7.842 (18%) óbitos entre os 43.763 pacientes internados.

Tabela mostra mortalidade hospitalar da COVID-19 nas capitais brasileiras
Mortalidade hospitalar da COVID-19 nas capitais brasileiras (foto: Imperial College)


O trabalho é intitulado "Fatores que conduzem a grandes flutuações espaciais e temporais nas taxas de letalidade do COVID-19 em hospitais brasileiros" e é assinado por especialistas ligados a instituições brasileiras, inglesas, norte-americanas, espanholas, belgas e dinamarquesas.

Novo decreto


Ainda nesta sexta-feira, a Prefeitura de Belo Horizonte publicou um novo decreto que  libera bares,  restaurantes e o comércio de alimentos em geral sem restrições de horário.  Outra medida de flexibilização no combate à COVID-19 é a permissão aos torcedores em estádios para que apresentem apenas o comprovante da segunda dose de vacina  contra o coronavírus ou da dose única no momento de assistirem aos jogos. A regra vale também para a participação do público em  eventos sociais e shows ao vivo.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade