UAI
Publicidade

Estado de Minas EM ISOLAMENTO

Prefeito de Monte Carmelo está com COVID-19, mas passa bem

Paulo Rocha (PSD) teve o diagnóstico confirmado na semana passada e se recupera em casa. Prefeito de Buritis segue internado na UTI com complicações


11/10/2021 15:27 - atualizado 11/10/2021 15:35

Paulo Rocha (PSD), prefeito de Monte Carmelo
Paulo Rocha (PSD), prefeito de Monte Carmelo, tomou as duas doses da vacina e está em casa (foto: Paulo Rocha/Arquivo pessoal)
Segue em isolamento em casa o prefeito de Monte Carmelo, no Triângulo Mineiro, Paulo Rocha (PSD), de 44 anos. Ele teve  diagnóstico positivo para COVID-19  após ter febre na semana passada, mas não precisou de internação hospitalar.
 
O prefeito, que tomou as duas doses da vacina, compartilhou nas redes sociais que, na última quinta-feira (7/10), acordou com alguns sintomas gripais e teve febre no período da tarde. Ao fazer o teste de coronavírus, acabou positivado e foi isolado imediatamente. 
 
A mãe do chefe do Executivo também foi diagnosticada no mesmo dia, mas internada em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com estado considerado mais grave.
 
 
No fim de semana, Rocha passou por várias baterias de exames, e os resultados de uma delas, na sexta-feira (8/10), mostrou que a infecção causada pela COVID-19 estava mais forte do que imaginada. Ele foi medicado e reagiu bem ao tratamento. A febre diminuiu, apesar do mal-estar ainda incomodá-lo.
 
Nesse meio tempo, a mãe do prefeito começou a melhorar. Hoje, o estado dela é estável, apesar de ainda estar na UTI.
 
Paulo Rocha foi eleito no ano passado com 11.148 votos válidos. Ele era vice-prefeito na gestão passada, e também já assumiu a titularidade da secretaria de Saúde de Monte Carmelo.

Prefeito de Buritis segue na UTI

Enquanto isso, o prefeito de Buritis, no Noroeste de Minas, Keny Soares Rodrigues (PDT) segue internado em um leito de UTI de um hospital particular de Brasília, desde que teve uma pneumonia causada pela COVID-19.
 
O boletim médico desta segunda-feira (11/10) ainda não foi divulgado, mas sabe-se que a infecção causada pelo coronavírus comprometeu mais de 50% dos pulmões do chefe do Executivo, que permanece intubado. Após ter piorado no começo do fim de semana , o quadro de saúde de Rodrigues teve pequena melhora no domingo.
 
A equipe médica do hospital tenta fazer com que a dependência por oxigenação mecânica diminua.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade