UAI
Publicidade

Estado de Minas APLICAÇÃO SUSPENSA

Adolescentes de 16 anos e famílias são surpreendidos com falta de vacina

Em Lavras, no Sul de Minas, a imunização de adolescentes de 16 anos sem comorbidades foi interrompida repentinamente hoje (e desagradou famílias)


05/10/2021 19:32 - atualizado 07/10/2021 19:26

mulher prepara aplicação de vacina contra COVID-19
A campanha precisou ser paralisada durante a manhã desta terça-feira (5/10) após faltar imunizantes (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Atualização às 18h55 do dia 7/10/2021 : Diferentemente do que estava publicado inicialmente, é a vacinação de adolescentes de 16 anos  sem  comorbidades que foi interrompida por falta de doses. A população dessa faixa etária com comorbidade já foi imunizada há semanas, reforça a Prefeitura de Lavras. 

Adolescentes de 16 anos sem comorbidades e as respectivas famílias foram surpreendidos durante a vacinação prevista para esta terça-feira (5/10) em Lavras, no Sul de Minas. A aplicação acabou logo nas primeiras horas, ainda de manhã, após as  doses do imunizante acabarem , segundo a prefeitura. 

“O pai do meu neto deixou de trabalhar para levá-lo e chegando lá, cadê a vacina? Acho um descaso esta postura! Se não tinham vacina suficiente, que pelo menos avisasse a população. Estou decepcionada”, comentou uma cidadã de Lavras pela página oficial da cidade nas redes sociais.
 
A gestão municipal atribuiu a paralisação repentina à administração estadual. "O Governo de MG enviou um quantitativo pequeno de doses para este grupo. A campanha do grupo de 16 anos foi iniciada às 8h (como divulgado ontem nos canais oficiais) e foi suspensa ainda na parte da manhã", disse, por nota ( leia a íntegra abaixo ). 

A reportagem questionou a prefeitura de Lavras sobre, por exemplo, o motivo da gestão não ter suspenso a vacinação antes, quantas pessoas receberiam a aplicação e quando está prevista nova entrega de imunizantes.  
 
A gestão, no entanto, se limitou a informar pelas redes sociais que "segue aguardando o envio de um novo lote de vacinas para retomar a imunização de primeira dose.” 
 
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), responsável pela distribuição das vacinas, também foi procurada pela reportagem, mas não enviou resposta alguma até esta publicação. Tão logo a administração se manifeste, este material será atualizado.
 

Nota da Prefeitura divulgada nas redes sociais

 
“Informamos que a aplicação da primeira dose da vacina contra a COVID-19, em adolescentes de 16 anos, foi suspensa.
 
As poucas doses enviadas pelo Governo do Estado, chegaram ao fim, o município aguarda a entrega de mais uma remessa de imunizantes para retomar a vacinação com esse público.
 
A campanha para os outros grupos continua normalmente.”
 

Nota da Prefeitura em mensagem à reportagem

 
“Como vem acontecendo em vários municípios, o Governo de MG enviou um quantitativo pequeno de doses para este grupo. A campanha do grupo de 16 anos foi iniciada às 8h (como divulgado ontem nos canais oficiais) e foi suspensa ainda na parte da manhã.
 
A Prefeitura segue aguardando o envio de um novo lote de vacinas para retomar a imunização de primeira dose.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade