UAI
Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

Homem que matou ex em BH vai a júri popular nesta segunda (27/9)

Gleyson dos Santos Costa tirou a vida de Ariany Barbosa de Sales em fevereiro do ano passado a facadas


24/09/2021 22:19 - atualizado 24/09/2021 22:19

Local onde o crime aconteceu em fevereiro do ano passado, na Rua dos Guaranis
Local onde o crime aconteceu em fevereiro do ano passado, na Rua dos Guaranis (foto: Reprodução/Google Street View)
A Justiça define, nesta segunda (27/9), o futuro de Gleyson dos Santos Costa, suspeito de matar Ariany Barbosa de Sales em 6 de fevereiro de 2020, em Belo Horizonte. O crime aconteceu em um hotel da Rua dos Guaranis, no Centro da capital mineira.

De acordo com denúncia do Ministério Público e com a polícia, Gleyson é o principal acusado de dar facadas no pescoço da mulher. Eles tiveram um relacionamento de quatro anos, terminado seis meses antes do crime.

A denúncia do MP acusa o homem de homicídio triplamente qualificado: feminicídio, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima (a mulher não esperava o ataque) e motivo fútil (Gleyson não aceitava o fim do relacionamento com Ariany).

Se condenado, Gleyson pode cumprir entre 12 e 30 anos de prisão. Ele responde o processo detido, após ser preso em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, dias depois do crime, quando tentava fugir para Teixeira de Freitas (BA).

O julgamento vai acontecer no I Tribunal do Júri do Fórum Lafayette, na Avenida Augusto de Lima, Bairro Barro Preto, Centro-Sul da capital mineira. A sessão começa às 13h.

 

O que é feminicídio?

Feminicídio é o nome dado ao assassinato de mulheres por causa do gênero. Ou seja, elas são mortas por serem do sexo feminino. O Brasil é um dos países em que mais se matam mulheres, segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

A tipificação do crime de feminicídio é recente no Brasil. A Lei do Feminicídio (Lei 13.104) entrou em vigor em 9 de março de 2015.

Entretanto, o feminicídio é o nível mais alto da violência doméstica. É um crime de ódio, o desfecho trágico de um relacionamento abusivo.

O que diz a Lei do Feminicídio?

Art. 121, parágrafo 2º, inciso VI
"Considera-se que há razões de condição de sexo feminino quando o crime envolve:
I - violência doméstica e familiar;
II - menosprezo ou discriminação à condição de mulher."

Qual a pena por feminicídio?

Segundo a 13.104, de 2015, "a pena do feminicídio é aumentada de 1/3 (um terço) até a metade se o crime for praticado durante a gestação ou nos 3 (três) meses posteriores ao parto; contra pessoa menor de 14 (catorze) anos, maior de 60 (sessenta) anos ou com deficiência; na presença de descendente ou de ascendente da vítima."

Como denunciar violência contra mulheres?

  • Ligue 180 para ajudar vítimas de abusos.
  • Em casos de emergência, ligue 190.

Leia mais:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade