Publicidade

Estado de Minas REPUBLICAÇÃO DE DECRETO

Uberaba tira obrigatoriedade de teste ou vacina a participantes de eventos

Especialistas afirmam que o problema maior é a liberação de eventos particulares com até 250 pessoas, mesmo com a exigência de medidas sanitárias


19/07/2021 17:25 - atualizado 19/07/2021 17:35

Atual decreto de Uberaba recomenda o teste de PCR ou antígeno para cada participante de eventos particulares(foto: Creative Commons/Divulgação)
Atual decreto de Uberaba recomenda o teste de PCR ou antígeno para cada participante de eventos particulares (foto: Creative Commons/Divulgação)
Os testes de COVID-19 ou a imunização completa para participantes de eventos corporativos, festivos, sociais, familiares e leilões não são mais obrigatórios em Uberaba.

A prefeitura alterou o artigo 24 do capítulo 10 do Decreto Municipal de nº 674 e o republicou no Porta-Voz do Município na última sexta-feira (16/7), retirando a exigência, passando a ser recomendação
A liberação destes eventos com até 250 pessoas é válida na cidade desde o dia 10 de julho, quando, após quedas nos números de mortes e internações, um novo decreto COVID foi publicado e determinou que cada participante destes eventos apresentasse o teste de PCR ou antígeno, em até 72 horas antes do evento ou então a imunização completa.
 
Para o infectologista do Hospital Regional José Alencar e do Hospital Universitário Mário Palmério, Guilherme Henrique Machado, o problema não está no cancelamento da exigência do teste da COVID e da imunização completa, mas, sim, na liberação dos eventos.

“Na minha opinião, não era a hora. Mesmo com a exigência das medidas sanitárias, festa você sabe como é”, opinou.
 
De acordo com outro infectologista, que preferiu não se identificar, é muito prematuro ainda a liberação de eventos em Uberaba com até 250 pessoas.

“Faz cerca de 15 dias que os números da COVID-19 iniciaram quedas na cidade. Esta liberação deveria ter acontecido para bem menos pessoas, ou seja, aproximadamente 50”, considerou.
 
Segundo o atual decreto COVID de Uberaba, está liberada a realização dos eventos corporativos, festivos, sociais, familiares e leilões até 1h da madrugada, de sexta para sábado e de sábado para domingo. Já de domingo a quinta-feira, podem funcionar até 23h.
 
Ainda conforme o decreto, os eventos devem cumprir normas de distanciamento entre as pessoas. Em ambientes abertos, a ocupação deve ser de uma pessoa a cada 4 metros quadrados e em ambientes fechados, deve ser de uma pessoa a cada 10 metros quadrados.
 
Segundo informações da Prefeitura de Uberaba, foi realizado o alinhamento no Decreto Municipal para que houvesse mais coerência em relação a outros estabelecimentos que estão com o funcionamento permitido, mas que é importante lembrar que os protocolos continuam rígidos e as recomendações devem ser seguidas à risca.
 

Julho apresenta novas diminuições de casos de COVID

No mês passado, caiu o número de novos casos positivos da COVID-19 em Uberaba. Em abril, foram registrados 4.847 novos casos, em maio, 5.351 (o mês com mais casos positivos), e em junho, 3.927. Entre 1º e 18 de junho, foram contabilizados 2.102 novos casos.
 
Além disso, pelo segundo mês consecutivo no município, houve redução do número de mortes causadas pelo novo coronavírus. Em junho, foram registradas 134 mortes, sendo que em maio foram contabilizados 224 óbitos e em abril, o mês mais letal, 240. Entre 1º e 18 de julho, foram contabilizadas 45 mortes.
 
De acordo com o último boletim epidemiológico de Uberaba, divulgado na noite deste domingo (18/7), de 131 leitos de enfermaria/COVID disponíveis na cidade, 68 estão ocupados.

Já com relação ao número de internados nas UTIs/COVID de Uberaba, de 95 leitos disponíveis nesta ala, 57 estão ocupados.
 
Desde o início da pandemia, em Uberaba, foram registrados 35.248 casos positivos da doença, sendo que destes 1.175 pessoas morreram e 32.032 se recuperaram.
 

Vacinação já contemplou mais de 200 mil pessoas e 70% dos adultos

Uberaba, que tem cerca de 330 mil habitantes, contabilizou 204.710 aplicações de doses da vacina contra o novo coronavírus, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde. Destas, segundo informações do último Vacinômetro do município, 154.411 pessoas receberam a 1ª dose; 44.952, a 2ª; e 5.347, a dose única.
 
Além disso, aproximadamente 70% das pessoas acima de 18 anos já foram imunizadas com a primeira dose ou receberam a dose única – cerca de 160 mil moradores da cidade.
 
 Segundo informações do cronograma de vacinação contra a COVID-19 da Secretaria Municipal de Saúde, a vacinação segue contemplando a população por idade. Nesta segunda-feira (19/8), foram vacinadas pessoas com 38 anos. Amanhã (20/7), será a vez das pessoas com 37.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade