Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO

Araxá deve começar a vacinar pessoas com 59 anos na próxima semana

Fora do Minas Consciente, cidade convive com uma taxa de ocupação de seus leitos UTI/COVID de 100% de ocupação e um decreto que impõe toque de recolher


18/06/2021 12:08 - atualizado 18/06/2021 12:49

 Segundo o último Vacinômetro de Araxá, foram distribuídas na cidade 49.545 doses de vacina contra a COVID-19, sendo que 39.371 foram aplicadas (1º dose: 27.146 e 2° dose: 12.225) e 10.164 doses estão em aplicação. (foto: Prefeitura de Araxá/Divulgação)
Segundo o último Vacinômetro de Araxá, foram distribuídas na cidade 49.545 doses de vacina contra a COVID-19, sendo que 39.371 foram aplicadas (1º dose: 27.146 e 2° dose: 12.225) e 10.164 doses estão em aplicação. (foto: Prefeitura de Araxá/Divulgação)
Araxá deve iniciar a vacinação contra a COVID-19 das pessoas com menos de 60 anos e sem comorbidades na próxima semana. Enquanto isso, a taxa de ocupação de seus leitos de UTI/COVID voltou a registrar 100%, segundo o último boletim epidemiológico. Desde fevereiro na cidade, este índice ou está no limite ou perto disto.

Como solução para este preocupante fato, sem dúvidas, está o aumento do número de pessoas vacinadas contra a doença na cidade e sua microrregião.

Depois de a Secretaria Estadual de Saúde informar que Minas Gerais reccebeu nesta sexta-feira (18/6) 508.170 doses da vacina, sendo 235.170 da Pfizer e 273.000 doses da Coronovac, o assessor de Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Araxá, Nilton Ribeiro Junior, declarou para a Rádio Imbiara que a expectativa é que na próxima semana comece a vacinar as pessoas da faixa etária de 59 anos, sem comorbidades, já que quase todo o público de professores, forças de segurança e profissionais de saúde já foi vacinado.

Ainda não há informações da Superintendência Regional de Saúde (SRS) Triângulo Sul sobre quantas doses desta nova remessa irão para Araxá.

O estado publicou recentemente um cronograma informando que pretende vacinar as pessoas, sem comorbidades, acima de 18 anos até o final de outubro.

A previsão é que as pessoas entre 55 e 59 anos sejam vacinadas em junho. Já as pessoas entre 50 e 54 anos em julho; 35 a 49 anos em agosto; 25 e 34 anos em setembro e 18 e 24 anos em outubro.

UTI/COVID de Araxá no limite e toque de recolher entre 21h e 5h

De acordo com a prefeitura de Araxá, o atual decreto municipal foi determinado devido ao aumento de novos casos diários da COVID-19 e taxa de ocupação de leitos de UTI/COVID no limite.

Segundo o último boletim epidemiológico da COVID-19, em Araxá, a ocupação de leitos de UTI/COVID do Hospital Santa Casa de Misericórdia, o único da cidade e de sua microrregião que atende pacientes com a doença, está em 100%, ou seja, todos os seus 20 leitos disponíveis estão ocupados, com: 16 pacientes de Araxá, um de Ibiá, um de Pedrinópolis, um de Perdizes e um de Santa Juliana. 

Já a ocupação dos leitos de enfermaria/COVID do hospital está em 69%. Dos 26 leitos disponíveis, 18 estão ocupados. Entre os pacientes, 12 são de Araxá, três de Ibiá e três de Tapira.

Desde o início da pandemia, foram registrados 12.373 casos positivos da COVID-19 no município, sendo que destes, 198 pessoas morreram e 11.408 se recuperaram.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação

Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.


Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade