Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Araxá impõe novas medidas restritivas e prorroga decreto por mais 10 dias

Mudanças alteram regras para funcionamento de padarias, setor de transporte e igrejas


09/06/2021 20:16 - atualizado 09/06/2021 21:57

Base do decreto anterior se manteve e novas medidas foram adicionadas(foto: Prefeitura de Araxá / Divulgação)
Base do decreto anterior se manteve e novas medidas foram adicionadas (foto: Prefeitura de Araxá / Divulgação)
A Prefeitura de Araxá prorrogou por mais 10 dias e adicionou novas regras ao decreto municipal sobre o combate à pandemia de COVID-19, válido desde 31 de maio. A atualização foi comunicada na tarde desta quarta-feira (9/6).
As novas mudanças alteram o atendimento do comércio, e mudam protocolos quanto ao funcionamento das igrejas e dos transportes público e fretado.
 
Em relação às padarias, elas poderão funcionar até as 20h, com atendimento mediante a distribuição de senhas. Este processo possibilitará o acesso do cliente ao interior do estabelecimento.

Será permitida a entrada de no máximo cinco pessoas. Porém, o consumo de bebidas e alimentos no local está proibido, independentemente do horário.
 
Quanto ao funcionamento das igrejas para a celebração de cultos e missas, a mudança é referente ao número de fiéis presentes no espaço.

Anteriormente, eram permitidos 30 participantes. Agora, a regra muda para 30% da capacidade do prédio. O horário de funcionamento dos templos continua permitido diariamente até às 20h, desde que seja obedecido o protocolo de biossegurança aprovado pela Vigilância Sanitária.

Com as mudanças, transporte público de Araxá não poderá circular excedendo a capacidade de pessoas sentadas(foto: Talyson Oliveira/Esp. EM)
Com as mudanças, transporte público de Araxá não poderá circular excedendo a capacidade de pessoas sentadas (foto: Talyson Oliveira/Esp. EM)
 
No transporte público coletivo urbano de passageiros, os veículos não poderão circular excedendo a capacidade de pessoas sentadas.

A empresa responsável terá que adotar todas as práticas sanitárias determinadas no decreto.
 
Na tentativa de minimizar a circulação de pessoas que viajam para outras cidades, está proibido também a organização de excursões com a finalidade de lazer e turismo.

Será permitido, excepcionalmente, as excursões para aquisição de mercadorias com o intuito de abastecer o comércio popular da cidade. A ocupação destes veículos ficará limitada a 50% da capacidade de passageiros.

Entre as principais medidas que continuam valendo, estão o toque de recolher, diariamente, a partir das 21h às 5h; a proibição de qualquer tipo de reunião com mais de nove pessoas; e o consumo de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento.

O Parque do Cristo e o Complexo Hidromineral do Barreiro também permanecem fechados.

 

Pandemia esta semana

Araxá registrou desde o início da semana 363 novos casos confirmados de COVID-19 e 12 óbitos.
 
Nessa segunda-feira (7/6), de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, a cidade bateu o recorde diário de mortes: foram sete.

Ao todo, o município já registrou 190 óbitos ocasionados pelo coronavírus e 11.909 pessoas foram infectadas desde o início da pandemia.
 
Cerca de 1.122 casos positivos estão sendo monitorados pela Secretaria de Saúde. A ocupação dos leitos de UTI está em 100%. São 17 pacientes de Araxá e as cidades de Ibiá, Pedrinópolis e Perdizes possuem um paciente cada.
 
Quanto aos leitos de enfermaria, dos 26 disponíveis, 22 estão ocupados.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação

Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.


Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade