Publicidade

Estado de Minas AGLOMERAÇÃO

Vigilância Sanitária encerra festa com 300 pessoas em Nova Serrana

Capacidade de público estava acima do permitido pelo alvará; Normas sanitárias foram descumpridas


27/02/2021 12:23 - atualizado 27/02/2021 12:49

O evento tinha autorização para 100 pessoas.(foto: Divulgação/Vigilância Sanitária)
O evento tinha autorização para 100 pessoas. (foto: Divulgação/Vigilância Sanitária)

A Vigilância Sanitária (VISA) interditou uma festa com 300 pessoas, em Nova Serrana, região Centro-Oeste de Minas Gerais, na madrugada deste sábado (27/02) devido a aglomeração. O evento particular descumpria as normas sanitárias de enfrentamento à COVID-19 e as diretrizes do plano estadual Minas Consciente. A macrorregião Oeste está na onda amarela.

 

O alvará permitia o máximo de 100 pessoas ao todo no local, além de uso de máscaras e demais medidas como aferição de temperatura e disponibilização de álcool em gel. Na festa havia quase 300 pessoas conforme boletim de ocorrência, além de não observar diversas medidas de prevenção.  A ação contou com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM). 

 

“Os fiscais lavraram auto de infração sanitária sob a responsabilidade dos organizadores do evento e a saída das pessoas do local aconteceu sem maiores transtornos”, informou a Vigilância Sanitária. 

 

Pelo Minas Consciente os municípios que se enquadram na onda amarela podem permitir no máximo 100 pessoas por evento, independentemente do tamanho do espaço. O número sobe para 250 para aqueles classificados na onda verde e cai para 50 na onda vermelha.

 

O público foi retirado do local com apoio da PM(foto: Divulgação/Vigilância Sanitária)
O público foi retirado do local com apoio da PM (foto: Divulgação/Vigilância Sanitária)
 

Boletim

 

Nova Serrana tem 2191 casos confirmados do novo coronavírus. 76 pessoas da cidade morreram em decorrência da doença. Um óbito suspeito está em investigação. Dos 17 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivo para pacientes com quadro clínico compatível com a COVID-19, 13 estão ocupados. Outras 13 pessoas estão internadas na enfermaria, a taxa de ocupação de é de 54,16%.

 

*Amanda Quintiliano especial para o EM 

 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade