Publicidade

Estado de Minas NOVAS RESTRIÇÕES

Uberaba impõe medidas mais duras e até multa para quem participar de festa

Número de mortes na cidade continua alto; foram mais de 100 em menos de dois meses, sendo que o ano de 2020 havia fechado com 240 óbitos


25/02/2021 09:44 - atualizado 25/02/2021 12:33

A taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID em Uberaba continua bem perto dos 100%(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
A taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID em Uberaba continua bem perto dos 100% (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

 

Diante de uma explosão de novos casos positivos, aumentos dos números de mortes doentes ativos e quase 100% de taxa de ocupação de leitos particulares de UTI/COVID, o Decreto de Enfrentamento da COVID-19 de Uberaba foi prorrogado por mais 15 dias e com mais medidas restritivas, após publicação da prefeitura da cidade no Portal Voz do munícipio no final da noite desta quarta-feira (24/2).
 
 
No novo decreto, de nº 306, que já passa a valer a partir desta quinta-feira (25/2) foram incluídas novas restrições como a suspensão do funcionamento de supermercados, mercados, minimercados, mercearias, armazéns, varejões, centro de distribuição de alimentos e da maior feira de Uberaba (a Feira da Abadia) aos domingos. Além disso, foram mantidas as medidas em vigor, como fechamentos do comércio de rua, shoppings, bares, restaurantes, salões de beleza, entre outros estabelecimentos, nos fins de semana e proibição de eventos de qualquer natureza. 
 
“A multa para os infratores também aumentou passando a ser de R$ 586,94 a R$ 5.869,40; interdição imediata do estabelecimento”, informou nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba.

Com relação aos eventos, a Prefeitura também intensificou as punições, ou seja, além do proprietário do estabelecimento e dos organizadores, a multa agora também será aplicada aos participantes que estiverem no local descumprindo as medidas de biossegurança previstas no decreto.
 
Ainda de acordo com informações do novo decreto, foram suspensas as aulas presenciais nas instituições de Ensino Superior, permitindo apenas aulas práticas para o Internato de Medicina e para os acadêmicos dos dois últimos anos dos cursos da área da Saúde.
 
“O critério para esta decisão baseou-se no aumento de casos de Covid em jovens com idades entre 20 e 29 anos, conforme dados apresentados pelo Observatório Covid, da UFTM”, informou nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba.

Novas medidas em Uberaba também incluem municípios do Triângulo Sul

Em reunião com os prefeitos que compõem a região do Triângulo Sul, ainda de acordo nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, a prefeita Elisa Araújo conseguiu alinhar que o novo decreto de Uberaba seja espelho para os decretos dos 26 municípios desta região.

“E ficou acertado também que os pacientes com Covid-19 da macrorregião, internados em Uberaba, voltarão para a cidade de origem, assim que saírem do risco de transmissibilidade. Desta forma, os leitos de enfermaria serão desocupados mais rapidamente contribuindo para evitar o esgotamento do índice de ocupação dos leitos”, finaliza nota.
 
Nas últimas 24 horas foram sete mortes
 
Pela segunda vez em Uberaba foram registradas sete mortes causadas pela COVID-19 em apenas um dia. Da mesma forma que o boletim epidemiológico do dia 9 de fevereiro, o boletim divulgado na noite desta quarta-feira (24/2) registrou essa quantidade de óbitos na cidade. 

O recorde de mortes causadas pelo novo coronavírus em um dia no município havia sido registrado no boletim divulgado na noite desta terça-feira (23/02), quando foram contabilizadas nove mortes na cidade em um intervalo de 24 horas. 

Ao todo em Uberaba, desde o início da pandemia, foram registrados 15.078 casos positivos, sendo que destes foram 344 óbitos e 12.803 pessoas se recuperaram.

No que diz respeito a taxa de ocupação de leitos de UTI/COVID da rede pública está em 47% e privada em preocupantes 94%. Já a ocupação de leitos de enfermaria/COVID da rede pública está em 58% e privada em 74%.
 
Mais de 100 mortes em menos de dois meses
 
Após a virada do ano os números de doentes ativos e novos casos da doença por dia em Uberaba têm crescido consideravelmente. Enquanto que em dezembro do ano passado eram registrados cerca de 30 a 40 novos casos positivos por dia, durante todo o mês de janeiro e parte de fevereiro esse número subiu para um média de 100 por dia.
 
Com relação ao número de doentes ativos cresceu de cerca de 500 no início deste ano para aproximadamente 2 mil, segundo o último boletim epidemiológico.  
 
O município fechou 2020 com quase 10 mil casos da COVID-19, 9.918 casos positivos, sendo que destes 240 pessoas morreram e 9.285 estavam recuperados. Desta forma, em menos de dois meses deste ano a cidade registrou praticamente metade dos casos de todo o ano de 2020 e óbitos de mais de 100 pessoas.
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade