Publicidade

Estado de Minas PREVISÃO DO TEMPO

Chuva deve continuar em Minas Gerais; saiba o motivo dos temporais

Fenômeno climático que atua sob o estado contribuiu para soma de 21 mortes e quase 10 mil desalojados em decorrência de fortes chuvas


22/02/2021 18:53 - atualizado 22/02/2021 23:06

Chuvas causaram enchente em Carangola, na Zona da Mata(foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)
Chuvas causaram enchente em Carangola, na Zona da Mata (foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)

Os temporais que atingem Minas Gerais nos últimos dias ainda não têm previsão para terminar e o estado segue em “alerta laranja” para o risco de mais chuvas intensas. Cidades da Zona da Mata ainda contabilizam os estragos. Em todo estado, já são 21 vidas perdidas em decorrência do período chuvoso (outubro a março) e mais de 10 mil entre desabrigados e desalojados.

Os indicadores meteorológicos não indicam que a chuva vai cessar. O restante do mês de fevereiro ainda deve ser de muita nebulosidade, e, pelo menos até os próximos dias, Minas segue sob aviso laranja, que significa a possibilidade de maior intensidade de precipitação.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), pode ocorrer chuva entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia. Os ventos também são intensos, podendo chegar a 100 km/h. Há risco de raios, corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e alagamentos.

A explicação do clima chuvoso em fevereiro é a atuação das áreas de instabilidade atmosféricas associadas à Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

Esse fenômeno, considerado normal nesta época do ano, foi também responsável pelas fortes chuvas em janeiro do ano passado que devastou Belo Horizonte e cidades da região metropolitana.

Desta vez, ele assola a Região Leste do estado, mas, segundo o meteorologista do Inmet, Lisandro Gemiacki, todo o mapa está sujeito aos altos volumes de chuva.
 

Chuvas em todo estado

“Geralmente ocorre a formação desses sistemas ao longo da estação chuvosa que vai até março, favorecendo a formação de nuvens de diferentes formas, tanto a garoa quanto tempestades de intensidade forte que podem causar mais transtornos. A composição desses dois tipos de chuvas favorece muito os deslizamentos”, alerta Lisandro.

Ver galeria . 24 Fotos Deslizamentos, desabamentos e inundação: situação em Santa Maria de Itabira é críticaThiago Madureira/EM/D. A. Press
Deslizamentos, desabamentos e inundação: situação em Santa Maria de Itabira é crítica (foto: Thiago Madureira/EM/D. A. Press )


“Praticamente todo o estado está sendo atingido por chuvas fortes. Temos percebido volume de chuva acima dos 100 milímetros em todas as regiões do estado”, observou.

Especialmente na área Central, Zona da Mata e Vale do Aço o volume de precipitação pode provocar enxurradas e alagamentos, além de elevação do nível dos córregos e rios, o que pode causar transtornos à população.

“Na Zona da Mata o relevo é mais acidentado então a resposta em termos de enchente é muito rápida. Mas a chuva está acontecendo em várias regiões do estado”, afirmou.

Fenômeno perigoso

Lisandro ressalta que este fenômeno durante o verão é versátil. “A ZCAS tem característica de às vezes chover continuamente e também dá condições de pancadas isoladas no fim da tarde e noite. Além de poder acontecer os dois juntos também”, explica.

“A previsão é manter essa mesma condição variando de chuvas mais intensas com chuvas contínuas por pelo menos nos próximos cinco dias, com muita chance de temporais isolados em praticamente todo estado”. 

Previsão do tempo

De acordo com o Inmet, a terça-feira (22/02) será mais um dia de tempo instável. O dia será de muitas nuvens principalmente no Centro-Norte, Leste e Zona da Mata, com momentos de abertura, favorecendo a ocorrência de pancadas de chuva e trovoadas nestes setores.

No restante do estado, as nuvens aumentam ao longo do dia e as pancadas de chuva tendem a ocorrer preferencialmente à tarde e à noite. As temperaturas seguem estáveis, mantendo a sensação de abafamento dos últimos dias.

Ver galeria . 10 Fotos Michel Barros/Divulgação
(foto: Michel Barros/Divulgação )

A previsão de pancadas de chuva segue em municípios afetados no fim de semana, como ManhuaçuCarangola e Santa Maria de Itabira, onde pelo menos seis pessoas morreram após um deslizamento de terra resultado do temporal de domingo.

Desalojados e desabrigados

De acordo com o boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual, desde outubro do ano passado até hoje, Minas soma 9.807 desalojados – pessoas que precisaram sair de suas casas e se abrigam em casas de amigos ou parentes. Os desabrigados – pessoas que necessitaram de abrigo público, como habitação temporária –, chegaram a 1.358.

Moradores de áreas atingidas perderam móveis, colchões e outros itens(foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)
Moradores de áreas atingidas perderam móveis, colchões e outros itens (foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)

Enquanto isso, o órgão tem realizado uma série de ações humanitárias de assistência aos atingidos.

Já foram distribuídos 845 colchões, 505 kits limpeza (detergente, sabão em barra, esponja dupla face, água sanitária, lã de aço, sabão em pó, pano de chão), 715 kits de higiene (sabonete, papel higiênico, absorvente, creme dental, escova de dentes) e outros 4.772 itens avulsos como água sanitária, vestuário, água mineral, álcool em gel, máscaras, face shield, lonas, kit dormitório e alimentação.

Romeu Zema em Carangola

Fortemente atingida pelas chuvas dos últimos dias, Carangola, na Zona da Mata, recebeu na tarde desta segunda-feira a visita do governador Romeu Zema. Ele acompanhou pessoalmente as operações do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, prestou solidariedade às vítimas e afirmou que o governo vai oferecer recursos para a reconstrução do que foi perdido. 

Romeu Zema visitou Carangola nesta segunda-feira(foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)
Romeu Zema visitou Carangola nesta segunda-feira (foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG)

“Lamento estar aqui numa situação não muito agradável, mas, felizmente, não tivemos vítimas. Estamos agora acompanhando o que é necessário para reconstruírmos a cidade. O estado vai dar total apoio ao município”, declarou o governador.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade