Publicidade

Estado de Minas SEM LEITOS

COVID-19: Formiga e Pará de Minas recebem pacientes de Coromandel

Pelo menos 15 pessoas foram transferidas para municípios da Macrorregião Oeste nos últimos dias em função do esgotamento de saúde da cidade de Coromandel


17/02/2021 10:25 - atualizado 17/02/2021 11:30

Pacientes de Coromandel também foram transferidos para Divinópolis(foto: Divulgação/Samu)
Pacientes de Coromandel também foram transferidos para Divinópolis (foto: Divulgação/Samu)
A falta de leitos em Coromandel, no Alto Paranaíba, forçou novas transferências de pacientes para outras cidades da macrorregião Oeste, além de Divinópolis, para tratamento contra a COVID-19. Formiga recebeu seis pessoas e Pará de Minas outras duas. Só para o Centro-Oeste, foram transferidos 15 pacientes ao longo dos últimos dias.

 

Dos seis pacientes que chegaram a Formiga, três já receberam alta. Dois estão em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e um internado na enfermaria. Todos foram levados para a Santa Casa de Misericórdia

 

A assessoria de comunicação da prefeita informou que eles chegaram em dias alternados. São quatro homens e duas mulheres. A idade deles não foi informada. A transferência foi realizada via aérea, com apoio do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiro de Minas Gerais.

 

A Santa Casa de Formiga conta com 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes com quadro clínico compatível como novo coronavírus. Deste total, 90% estão ocupados. Já dos 34 clínicos, a taxa de ocupação é de 65%, segundo o boletim da Secretaria Municipal de Saúde publicado nesta terça-feira (16/02).

 
Pará de Minas

 

Já Pará de Minas recebeu duas pacientes com COVID-19 vindas de Coromandel nesta terça-feira (16/02). Elas têm 61 e 72 anos e chegaram intubadas à cidade em um helicóptero do Corpo de Bombeiros. Ambas se encontram em estado grave e foram levadas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC).

No sábado (13/2), a Regulação Hospitalar do SUS solicitou quatro vagas ao HNSC e, nesta segunda (15/2), outras duas. Por enquanto apenas as duas mulheres foram levadas para Pará de Minas. Elas se encontram internadas na ala COVID-19.

 

“A gente tem uma baixa ocupação dos leitos COVID neste momento. Como eles são custeados e mantidos pelo Estado, ele faz esse remanejamento quando acha necessário. Da mesma maneira, se acontecer uma superlotação dos leitos na nossa região, os nossos pacientes também serão remanejados para outras regiões que tenham melhores condições para atender. O importante, quando se trabalha em rede, é prestar o atendimento de saúde necessário seja a quem for. O Estado vem há alguns dias pedindo a reserva de leitos. É nosso papel fazer o ajuste necessário para atender a demanda e acabou que esses pacientes nunca chegaram, foram remanejados para outros hospitais. Mas hoje eles solicitaram essas duas vagas e recebemos as duas pacientes”, explicou o provedor da Irmandade Nossa Senhora da Conceição, Paulo Duarte, em entrevista a uma rádio local.

 

Atualmente, o HNSC dispõe de 20 leitos de CTI e outros 20 de enfermaria reservados exclusivamente para o tratamento de pacientes com COVID-19. Segundo o último boletim epidemiológico municipal, a unidade de saúde tinha 15 pacientes internados, sendo seis no CTI e nove na enfermaria.

 

Outras transferências

 

Divinópolis recebeu 12 pacientes do Alto Paranaíba, sete deles de Coromandel e os demais de Monte Carmelo. 10 deles estavam em estado grave e foram levados para a UTI do Hospital de Campanha da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Um deles, um idoso de 76 anos, de Coromandel, morreu nesta terça-feira (16/02). Ele era portador de doença hipertensão arterial.

 
Prefeitura decreta calamidade pública

 

A prefeitura de Coromandel decretou estado de calamidade pública. Uma equipe da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) esteve na cidade nesta terça-feira (16/02). Para conter o avanço da doença, foi implantado o toque de recolher. A circulação pelas ruas da cidade está permitida até as 20h. Também serão implantadas barreiras sanitárias e as pessoas só poderão entrar e sair da cidade com justificativa. A medida vale até dia 23 de fevereiro.

 

*Amanda Quintiliano especial para o EM

*Gabriel Felice especial para o EM 

 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 

 


O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp


Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
  

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade