Publicidade

Estado de Minas FLEXIBILIZAÇÃO

Clubes de lazer e Feira Hippie poderão voltar a funcionar em BH

Comitê avalia que indicadores da pandemia estão controlados em BH e permitem nova flexibilização das atividades na capital


18/09/2020 14:00 - atualizado 18/09/2020 19:19

Feira Hippie poderá funcionar a partir de 27 de setembro(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A. Press - 22/12/2019)
Feira Hippie poderá funcionar a partir de 27 de setembro (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A. Press - 22/12/2019)

Os clubes de lazer e a Feira Hippie poderão voltar a funcionar no fim de setembro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18) pelo secretário de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado. Os clubes devem retornar no próximo dia 26 e a feira no domingo, 27.

Em nova modalidade, a feira de artesanato vai se estender da Avenida Carandaí até a Praça Sete, no Centro de Belo Horizonte. De acordo com o secretário, esta é uma medida para que o espaço seja ampliado entre as barracas. As barracas para alimentação ficarão  na Rua Espirito Santo, esquina com Avenida Afonso Pena.

A mudança vai impactar no trânsito. Segundo o secretário,  o trânsito vai funcionar como no feriado de 7 de Setembro. "Precisamos avisar à população sobre das mudanças que acontecerão nos trajetos dos coletivos", comentou Machado

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, acrescentou que, mesmo com autorização, pode ser que a feira não volte na data prevista pois ainda é necessário uma organização.

Portanto, o novo layout está sendo discutido entre os feirantes. "Eles (os feirantes) estão em discussão sobre o formato. Esse processo é deles. E, se eles  não conseguirem tomar a decisão, talvez não consigam voltar na semana que vem. Mas, a volta da feira já está autorizada", completou André.

Sobre outras feiras, como no caso do Mineirinho, na Pampulha,  ele destacou que o retorno ainda está em estudo e que o funcionamento da tradicional Feira Hippie é fundamental para traçar os rumos. 

Os clubes 

Jackson ressaltou que “as regras são muitas” e estão sintetizadas na portaria que deve ser publicada neste sábado (19). “As regras são muitas para (a reabertura dos clubes) e estão todas sintetizadas na portaria que vai sair amanhã cedo. Mas é um protocolo que já está disponível online há mais ou menos um mês no site", disse o secretário de saúde.

"Sauna fica fechada e para o uso de piscina é necessário seguir a  regulamentação, com distanciamento, número restrito de pessoas por raia”, afirmou o secretário municipal de Saúde.

Ao serem questionados sobre o uso de quadras para esporte dentro dos clubes, o scretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis: “De um modo geral, a gente aconselha que todas as atividades coletivas sejam evitadas, mas a gente não está proibindo. Recomendamos o uso máscaras quando estiverem praticando e que tomem todos os cuidados.”

Bares e Restaurantes

Durante o anúncio desta sexta-feira, a prefeitura informou ainda que os bares e restaurantes estão autorizados a funcionar de segunda a domingo, das 11h às 22h. A venda de bebida alcoólica só será permitida a partir de quarta-feira, das 17h às 22h. Aos sábados e domingos, das 11h às 22h.

Outra conquista do setor é a liberação para apresentação de músicos ao vivo nesses estabelecimentos. No entanto, o show deve ser separado da plateia com proteção de acrílico. Entretanto, continuam vedadas as  atividades de entretenimento que possam causar aglomerações como exibição de jogos.

Dentro dos shoppings, a praça de alimentação pode funcionar das 12h às 22h.

Cuidado redobrado

Mesmo com a medida de flexibilização, a prefeitura não descarta voltar atrás e fechar, se for necessário. "Essas são medidas adequadas para o momento que estamos vivendo hoje, mas é importante lembrar que caso os indicadores piorem é possível o retrocesso para a fase anterior ou até uma volta para o funcionamento apenas dos serviços essenciais", disse o secretário de saúde.
 
“É importante termos consciência do distanciamento, máscara, uso do álcool em gel. A doença é muito grave, a mortalidade é alta e o controle depende de nós todos”, completou.
 

Indicadores

Usado pela prefeitura para direcionar as medidas de flexibilização da economia, os indicadores continuam na cor verde, o que significa que a cidade tem mantido os cuidados necessários para o controle da doença respiratória.

“Hoje a velocidade da taxa de transmissão é de 0,97. A ocupação de leitos de UTI está em 44,4% e a ocupação de leitos de enfermarias está em 38,3%. Números bons. Todos os indicadores estão se mantendo no verde”, disse Jackson.

De acordo com o boletim divulgado em coletiva de imprensa, o total de óbitos na capital mineira desde março é de 1.152 e o número de pessoas infectadas alcança 38.978.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade