Publicidade

Estado de Minas BOA NOTÍCIA

Contagem: hotel para idosos com COVID-19 impede surto em asilos

Apenas 15% das pessoas que vivem em instituições de longa permanência contraíram a doença, porque são rapidamente isolados dos demais


10/09/2020 14:28 - atualizado 10/09/2020 18:10

Trinta idosos já se hospedaram no hotel e atualmente 13 se encontram alojados(foto: PMC/Divulgação)
Trinta idosos já se hospedaram no hotel e atualmente 13 se encontram alojados (foto: PMC/Divulgação)
Diferentemente do que aconteceu em diversos municípios mineiros, que registraram surtos de COVID-19 em asilos e instituições de longa permanência, em Contagem, cidade localizada na Grande BH, apenas 90 dos 600 idosos que vivem nesses lugares testaram positivo para a doença, ou seja, 15% desta população. A cidade atualmente conta com 29 instituições.
Um trabalho preventivo isolou aqueles que positivaram para o coronavírus em um hotel, alugado pela Secretaria municipal de Saúde há cerca de um mês. Por lá já passaram 30 idosos e, atualmente, 13 se encontram hospedados. Somente 10 que vivem em asilos morreram de COVID-19.

Além das acomodações, a prefeitura disponibiliza equipes assistenciais que acompanham os pacientes durante todo o dia. A estrutura conta com cuidadores 24 horas, auxiliar de serviços gerais, cozinheira, auxiliar de cozinha, enfermeira e médica. A Secretaria Municipal Saúde é responsável por avaliar os casos suspeitos e confirmados e havendo necessidade em transferi-los: ou para a rede hospitalar ou para o isolamento no hotel. 

No hotel, os profissionais da Saúde acompanham sistematicamente cada caso suspeito juntamente com outros níveis de atenção em saúde. Além das testagens nos idosos das instituições de longa permanência, a Secretaria municipal de Saúde também monitora os colaboradores destas instituições. Ao todo são 130 colaboradores nas ILPIs e 45 testaram positivo para COVID-19. 

Os asilos e casas de repouso para idosos recebem da administração pública equipamentos de proteção individual, insumos, testagem, assistência pela equipe de saúde in loco diariamente quando caso suspeito ou confirmado e semanalmente nas demais instituições em que não há casos suspeitos. De segunda a sexta-feira há um telemonitoramento pelas geriatras do município a cada instituição com orientações, sensibilizações e monitoramento dos residentes.

Em agosto, o Lar Maria Clara apresentou um surto de coronavírus. Dos 60 idosos que residem no abrigo, 28 contraíram COVID-19. Esse foi o único caso mais grave registrado na cidade. Hoje somente dois idosos que vivem em abrigos se encontram positivados e estão isolados, em quarentena.

Há um mês, um decreto estabeleceu diretrizes para as instituições de longa permanência. Entre as normativas, estão a suspensão das visitas presenciais, saída injustificada dos idosos, admissão de novos residentes, realização de festas e atividades e a presença de profissionais, como cabeleireiros e podólogos.
 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade