Publicidade

Estado de Minas CENTRO-OESTE

Municípios da microrregião de Bom Despacho definem por adesão ao 'Minas Consciente'

A decisão foi tomada após uma reunião entre representantes de sete cidades da microrregional de Saúde de Bom Despacho, nessa segunda-feira (3)


05/08/2020 17:46 - atualizado 05/08/2020 17:59

Reunião entre os representantes de sete municípios da microrregional de Saúde de Bom Despacho(foto: Divulgação / Prefeitura de Bom Despacho)
Reunião entre os representantes de sete municípios da microrregional de Saúde de Bom Despacho (foto: Divulgação / Prefeitura de Bom Despacho)
Representantes de seis das sete cidades que compõem a Microrregional de Saúde de Bom Despacho, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, se reuniram, nesta segunda-feira (3), para definir como será a adesão ao programa “Minas Consciente” - plano do governo estadual para definir ações e protocolos de retomada da economia durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

De acordo com a prefeitura da cidade-sede da reunião, apenas o município de Serra da Saudade não enviou representante. 

Participaram do debate representantes de Bom Despacho, Dores do Indaiá, Estrela do Indaiá, Martinho Campos e Moema. Todos concordaram com a elaboração de um plano conjunto de combate à pandemia da COVID-19. Luz decidiu analisar melhor a situação proposta pelas autoridades presentes no encontro.

Ficou definido que os municípios vão enviar, nos próximos dias, a documentação para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico. A etapa em que cada cidade será encaixada será definida conforme a manifestação da doença no município, e será feita pelo estado.

Minas Consciente

Na semana passada, o governador Romeu Zema (Novo) anunciou as bases da nova versão do “Minas Consciente”. Agora, a iniciativa terá três ondas – e não quatro. As fases são simbolizadas pelas cores vermelha, amarela e verde.

Ao explicar as mudanças no programa, Zema comparou o modelo a um sinal de trânsito. “A onda vermelha vai ser aplicada aos municípios e regiões com mais dificuldades. A amarela, aos que estão em condição intermediária. A verde, em locais cujas condições são mais seguras”, comentou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Na fase vermelha, estarão autorizados a funcionar apenas os serviços essenciais. Na segunda onda, estão às atividades tidas como não essenciais. Na última, consta o que é considerado de alto risco.

O "leque" de atividades liberadas aumenta conforme as cidades avançam estágios. A onda branca, presente na primeira versão do programa, foi extinta. 

A lógica das cores sofreu alteração. Antes, a onda verde dizia respeito às cidades onde apenas os serviços essenciais poderiam funcionar. Agora, a onda verde será adotada pelas cidades em que a situação da COVID-19 é menos crítica.

Segundo o chefe do Executivo estadual, a nova versão tem o objetivo de aprimorar o plano inicial. "Esta nova fase não quer dizer relaxamento. Quer dizer que temos de continuar tomando todos os cuidados, mas que alguns critérios, por conta de nosso aprendizado, serão aprimorados", pontuou.

O novo Minas Consciente entrou em vigor no último sábado (1º).

COVID-19 na Microrregional

Somadas, as cidades que fazem parte da Microrregional de Saúde de Bom Despacho possuem 549 casos confirmados e oito óbitos por COVID-19, de acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, nesta quarta-feira (5).

Confira a lista completa:
  • Bom Despacho – 228 casos positivos e duas mortes
  • Moema – 98 casos positivos e uma morte
  • Dores do Indaiá – 96 casos positivos e uma morte
  • Luz – 92 casos positivos e uma morte
  • Martinho Campos – 27 casos positivos e três mortes
  • Serra da Saudade – cinco casos positivos e nenhuma morte
  • Estrela do Indaiá – três casos positivos e nenhuma morte
* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade