Publicidade

Estado de Minas PROTESTO

Abrasel e CDL-BH propõem abertura de bares, restaurantes e shoppings no dia 3

Representantes das entidades de lojistas e dos bares e restaurantes de BH apresentam protocolo a empresários durante manifestação na Praça da Liberdade


22/07/2020 15:14 - atualizado 22/07/2020 19:37

Manifestantes não mantiveram distanciamento recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS)(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Manifestantes não mantiveram distanciamento recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) propõem que bares, restaurantes, comércio e shoppings sejam reabertos em 3 de agosto.

A proposta foi apresentada na tarde desta quarta-feira durante manifestação na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de BH.  Em anúncio feito no local, os representantes dessas entidades pedem ainda a abertura das praças da capital no proxímo dia 27.

 "A gente vai propor que se abram atividades com horários diferenciados neste momento em que há evolução da doença e, com cuidado, que a gente vá abrindo outras atividades no decorrer do tempo", explica  Marcelo Souza e Silva, presidente da CDL-BH. 

Mesmo após a liminar que liberou o funcionamento de bares e restaurantes em Belo Horizonte, a Abrasel e a CDL-BH convocaram a manifestação com o objetivo de apresentar um plano de retomada das atividades na capital. 

Desde 29 de junho, apenas serviços essenciais podem funcionar em Belo Horizonte, que já teve mais de 14 mil casos do novo coronavírus. 399 pessoas morreram

O ato público, intitulado “Que dia BH volta?”, reúniu centenas de pessoas, entre representantes e trabalhadores dos dois setores e movimentos sociais.

"Nós queremos é transparência e a reabertura da cidade. Muitas empresas estão falindo, muitos empresários já demitiram 50% do efetivo... Então, o movimento é mais que legítimo. Nós queremos  diálogo para construir um plano seguro", disse o proprietário dos restaurantes Paracone, Lindoval Conedungues, de 52 anos.

"Nós já temos delivery há 21 anos em uma das unidades. Mas isso representa apenas 15% do faturamento e não paga nem o aluguel", acrescentou. 

Participam do ato comerciantes dos segmentos academias, bares, restaurantes, lojas, boates, salões de beleza, entre outros.

Na foto, bandeira do Brasil é levantada por manifestantes (foto: Alexandre Gusanshe/EM/D.A Press)
Na foto, bandeira do Brasil é levantada por manifestantes (foto: Alexandre Gusanshe/EM/D.A Press)
Daniela Jezualde  e Elizabeth Padua são donas de boates e participaram da manifestação pedindo a reabertura parcial dos espaços. "A manifestação é muito importante, precisamos de lutar pelos nossos direitos, pois não tem mais condições de permanecer com as casas fechadas. Estamos torcendo muito por essa retomada", disse Daniela.

"Acho que precisamos de um plano mesmo que com a abertura parcial contando com um número reduzido de público. Não temos mais condição de permanecer com as boates fechadas. São quatro meses sem nenhum faturamento", acrescentou Elizabeth.

Segundo o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, o plano apresentado durante esse encontro é amplamente seguro e será submetido à aprovação da Prefeitura de Belo Horizonte.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir



VIDEO1]

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade