Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM BH

Kalil assume erro pelas 1.900 covas abertas nos cemitérios de BH para vítimas da COVID-19: 'A culpa é minha'

Até esta quarta-feira, o coronavírus fez 144 vítimas fatais na capital mineira


postado em 01/07/2020 18:46 / atualizado em 01/07/2020 19:19

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte(foto: Alexandre Guzansehe/EM. D. A. Press)
Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (foto: Alexandre Guzansehe/EM. D. A. Press)
O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), considera que errou ao ter mandado abrir 1.900 covas em cemitérios da capital, prevendo um grande número de mortes por COVID-19. Até o momento, foram registrados 144 óbitos causados pelo coronavírus em BH.

“Houve um pregão, a firma apresentou o menor preço, nós abrimos, estão abertas. Cova aberta não estraga, não dá defeito, não apodrece. Vamos chegar a 1.900 mil mortes um dia em Belo Horizonte, e que esse dia esteja muito longe. Eu não sabia disso, mas assumo o erro, sem problema nenhum. Xinguei muito isso aqui. A culpa é minha mesmo”, disse Kalil em entrevista à Rádio Itatiaia nessa segunda-feira.

Segundo boletim epidemiológico emitido pela Prefeitura de Belo Horizonte nesta quarta-feira, a cidade tem 6.571 casos confirmados de COVID-19 e 1.549 pacientes em acompanhamento. Até agora, 4.878 pessoas já se recuperaram da doença na capital.

Entrevista exclusiva

Nessa segunda-feira, o Estado de Minas fez uma entrevista exclusiva com o prefeito Alexandre Kalil. Veja abaixo alguns dos trechos mais importantes.

- Abertura ou lockdown em BH? Segundo Kalil, números da COVID-19 vão ditar rumos

- Kalil nega influência do carnaval de BH na pandemia: 'Estupidez absoluta'

- Kalil não crava data para reabrir escolas de BH e critica teleaulas: 'Piada de péssimo gosto'

- Só Deus na causa: Kalil diz que foi escolhido para gerir BH em ano de pandemia e chuvas

- Kalil volta a citar 'gabinete do ódio' de Zema e dispara contra hospital de campanha: 'Tem que fazer partida de vôlei lá'

- Kalil sobre pressão por reabertura de BH: 'Se você trocar uma vida por um milhão de votos, você é uma barata'


- Testes em BH: Kalil promete 48 mil exames moleculares na cidade


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade