UAI
Publicidade

Estado de Minas TRIÂNGULO E ALTO PARANAÍBA

Diesel ultrapassa gasolina e beira R$ 8 em Uberlândia e Patos de Minas

Motoristas das maiores cidades do Triângulo e Alto Paranaíba voltaram a ter gasolina perto de R$ 8, com a novidade de o diesel estar mais caro


23/06/2022 09:00 - atualizado 23/06/2022 09:01

etanol
Etanol pode ser alternativa para parte dos motoristas (foto: Vinícius Lemos)
Motoristas de Uberlândia e Patos de Minas, no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, lidam com o litro do combustível se aproximando de R$ 8. O destaque é o diesel comercializado por um valor superior ao da gasolina.

Em Uberlândia, o preço da gasolina chegou a R$ 7,79 no início da semana. Para efeito de comparação, há oito dias era possível encontrar o produto com valor médio de R$ 7,20, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


“Eu abasteço a cada dois ou três dias, porque faço entregas. Não tenho nem como calcular o meu custo com o carro de um mês para o outro. Tem aumento direto. O que gastava no ano passado era muito menos que hoje. Minha planilha de custo virou uma bagunça”, disse Milton Faria, dono de uma pequena fábrica de quitandas em Uberlândia.

Diesel


Os profissionais de transporte de carga foram os mais impactados com a alta do diesel no interior de Minas. Em Uberlândia, o litro chegou a R$ 7,89. Já em Patos de Minas atingiu R$ 7,99.

“Eu mesmo nunca tinha visto isso. Tem muita gente que comprava caminhonete a diesel porque ficava mais barato rodar assim”, disse o caminhoneiro Vicente de Paula. “Estou em uma viagem para Luziânia (GO) e vou ter que abastecer aqui em Uberlândia. Meu frete agora vai ficar defasado”, complementou.

Etanol


O etanol passou a ser alternativa econômica para os carros de passeio, já que está em uma média inferior a R$ 5. Isso torna o combustível vantajoso, pois na proporção, ele tem custo abaixo dos 70% da gasolina.

“Enquanto eu ando na cidade, tenho optado pelo etanol, mas quando viajo não tenho como fugir da gasolina. Com etanol a gente acaba abastecendo um pouco mais frequentemente e às vezes viajo para longe. Com a gasolina eu demoro um pouco mais (a reabastecer)”, explicou o representante comercial Jeferson Camilo.


Reajuste da Petrobras


Na sexta-feira (17), a Petrobras reajustou o valor da gasolina em 5,18% e do diesel em 14,26% nas refinarias. Com isso, o preço do litro do derivado do petróleo aplicado em carros de passeio subiu de R$ 3,86 para R$ 4,06, enquanto o combustível utilizado principalmente em ônibus e caminhões passou de R$ 4,91 para R$ 5,61.

Desde o início do governo Bolsonaro, em janeiro de 2019, os combustíveis em Minas dispararam bastante acima da inflação acumulada de 25,73% até maio de 2022. As variações vão de 61,8% a mais de 98%, conforme levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de 12 a 18 de junho.

  • Etanol: R$ 2,96 a R$ 5,002 - 68,98%

  • Gasolina comum: R$ 4,555 a R$ 7,46 - 63,77%

  • Óleo diesel: R$ 3,451 a R$ 6,859 - 98,75%

  • Óleo diesel S10: R$ 3,567 a R$ 6,97 - 95,48%

  • Gás natural veicular (GNV) : R$ 3,406 a R$ 5,514 - 61,89%

  • Gás de cozinha (GLP) : R$ 70,39 a R$ 116,11 - 64,95%


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade