UAI
Publicidade

Estado de Minas

Chorão culpa Bolsonaro sobre combustíveis: 'País vai parar novamente'

Caminhoneiros voltaram a subir o tom contra o governo federal e ventilam a possibilidade de uma paralisação da categoria


24/05/2022 20:54

Wallace Landim, o Chorão, um dos principais líderes dos caminhoneiros
Wallace Landim, o Chorão, um dos principais líderes dos caminhoneiros, alerta Bolsonaro que país pode parar novamente (foto: Reprodução/Facebook)
Os caminhoneiros voltaram a subir o tom contra o governo federal e ventilam a possibilidade de uma paralisação da categoria, caso a situação dos preços dos combustíveis não seja resolvida. Por meio de nota divulgada nesta terça-feira (24/5), Wallace Landim, o Chorão, um dos principais líderes da categoria, cobrou uma atitude do presidente Jair Bolsonaro (PL) em relação aos sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis.

 

Leia mais: Petrobras não reajusta preço da gasolina nas refinarias há 74 dias 

 

"Exigimos transparência com relação ao estoque de diesel para o mercado interno. O novo presidente da Petrobras precisa dizer para a categoria se os preços vão parar de subir e se existe risco de  desabastecimento", disse Chorão, na nota.

 

"Ou o senhor chama a responsabilidade, chama o conselho administrativo da Petrobras, chama o Ministério da Economia, quem o senhor quiser. Porque, senão, esse país vai parar novamente. A categoria já está parando por não ter condições de rodar, a classe pobre não tem condições de comer. Chame a responsabilidade, porque senão esse país vai estar parado e a responsabilidade é sua”, declarou no vídeo.

 

 

 

As falas de Chorão sobre a possibilidade de uma greve oscilaram nos últimos dias, diante das reviravoltas no assunto. Ele também afirmou que os caminhoneiros foram pegos de surpresa com a nova troca no comando da Petrobras em menos de 40 dias e cobrou transparência em relação ao estoque do diesel no mercado interno. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade