Publicidade

Estado de Minas MERCADO

MRV divulga balanço no 1º trimestre de 2021 com recorde de lançamentos

Mais de 10,5 mil unidades foram lançadas nos três primeiros meses de 2021


15/04/2021 18:10 - atualizado 15/04/2021 16:58

MRV comemora resultados do mercado residencial(foto: 19/09/2015 - Cristina Horta/EM/D.A Press)
MRV comemora resultados do mercado residencial (foto: 19/09/2015 - Cristina Horta/EM/D.A Press)


A MRV Engenharia e Participações S.A. anunciou nesta quinta-feira (15/04), os dados preliminares e não auditados de lançamentos, vendas contratadas, banco de terrenos, unidades produzidas, concluídas, repassadas, geração de caixa e distratos do primeiro trimestre de 2021. Mais de 10,5 mil unidades foram repassadas no trimestre.

A empresa, considerada a maior construtora residencial da América Latina, registrou o maior volume de lançamentos em um primeiro trimestre da história da companhia, totalizando R$ 1,7 bilhão em valor geral de venda. Foram 9.996 unidades que representam o equivalente a um aumento de 58% frente ao primeiro trimestre do ano passado.

Este também foi o segundo melhor primeiro trimestre da história da companhia em relação às vendas líquidas, que somaram R$ 1,6 bilhão referentes a 9.740 unidades. O balanço mostra ainda a evolução da implementação das vendas garantidas, que já atingiram 65% das vendas apenas no primeiro trimestre.

O diretor-executivo financeiro e de relações com investidores, Ricardo Paixão, explica que a prévia operacional é divulgada para dar um norte ao mercado. “Foi um trimestre forte. Tivemos um volume de lançamentos muito alto que se deve principalmente ao aumento do nosso landbanking (estoque de terrenos). Temos mais terrenos dentro de casa e no processo de aprovação”, afirma.

Paixão acredita que é um bom momento para o mercado imobiliário. “A gente não faria os lançamentos se não estivéssemos confiantes no mercado consumidor. Em relação às vendas, a gente continua vendo uma demanda grande. Vimos que, em questão da pandemia, as pessoas dão ainda mais importância à casa própria, estão buscando uma casa, um imóvel”, comenta.

Diversificação

Atualmente, a MRV&Co se identifica como uma Plataforma Habitacional Multifunding. Isso significa que foi adotada uma estratégia de diversificação de produtos e fundings. Isso faz com que a companhia reduza, cada vez mais, a atuação em um único segmento.

A aquisição de apartamentos é feita por meio da MRV e da Sensia. A compra de um terreno em loteamentos completamente urbanizados são feitos pela Urba. Recentemente, também entrou no negócio de aluguel de imóveis com a Luggo, no Brasil, ou com a AHS, nos Estados Unidos.

Ricardo Paixão defende que o grande volume de vendas e repasses da MRV mostra que a estratégia de crescimento em todas as linhas de negócio tem dado certo.

“A gente é uma empresa muito otimista. Para 2021, planejamos crescer em todas as linhas de negócio e métricas. Queremos vender mais, lançar mais, construir mais. Vemos uma demanda grande e tem espaço no mercado”, diz o diretor. 

Avanços da companhia

O primeiro trimestre foi marcado pelo maior volume de lançamentos em um primeiro trimestre da história da companhia, dados que evidenciam o bom momento do mercado imobiliário, que reafirma a resiliência do segmento de média renda e econômico.

“A MRV&Co segue empenhada em expandir suas operações em todas suas linhas de negócios, o que pode ser confirmado pelo crescimento de 58,0% dos lançamentos no comparativo com o mesmo período do ano anterior, totalizando R$ 1,71 bilhão em VGV lançado”, informou a companhia.

Incorporação

Neste 1º trimestre, a operação de incorporação da MRV registrou o segundo maior volume de vendas líquidas em um primeiro trimestre da história da companhia. Trata-se de um expressivo resultado, especialmente quando considerado o efeito da evolução da implementação das Vendas Garantidas, que já atingiram 65% do volume total vendido no trimestre.

“Com o processo de Venda Garantida, uma venda efetuada só é contabilizada após o efetivo repasse do cliente ao banco financiador, o que remove qualquer possibilidade de distrato. Retomamos a implementação gradual desse processo de vendas no terceiro trimestre de 2020”, explica a companhia.

Devido à dinâmica de repasses observada nos últimos três meses, foram registradas 3.897 vendas garantidas, assinadas com os clientes, mas não repassadas dentro do próprio trimestre. Em consequência, o volume total de vendas registradas foi aquém do volume efetivamente vendido no período. A MRV&Co explica que trata-se de um efeito natural da implementação das Vendas Garantidas, observado também no quarto trimestre de 2020 (1.200 unidades).

Ao se analisar as vendas efetivamente realizadas em cada trimestre, percebe-se que foi alcançado, nos últimos três meses, o volume de vendas do 3º trimestre de 2020, quando foi registrado o recorde histórico de vendas da companhia.

Sensia Incorporadora

No último trimestre, foi feito o primeiro lançamento da marca Sensia, incorporadora de média renda da MRV&Co. Trata-se de um empreendimento na cidade de Campinas, com um VGV estimado de R$ 108 milhões e que conta com 304 unidades.

O lançamento do empreendimento ocorreu em 24 de fevereiro e as vendas no primeiro trimestre totalizaram 101 unidades, o equivalente a uma Venda sobre Oferta (VSO) de 33%. “Esse resultado confirma a demanda extremamente forte, também no segmento de média renda”, defende a companhia.


Estoque de matéria prima

Dado o atual cenário de inflação de materiais na construção civil, a companhia optou por antecipar a compra e estocar parte da matéria prima necessária para a construção de suas obras. Com isso, houve um consumo adicional de caixa que impactou na geração do trimestre.

Outro efeito que impactou a Geração de Caixa negativamente foi o pior desempenho dos repasses nos primeiros meses de 2021, em especial no mês de janeiro. Segundo a companhia, os repasses já se normalizaram no mês de março.

Com um land bank (estoque de terrenos) total de R$ 66,3 bilhões, a plataforma habitacional da MRV&Co já está preparada para intensificar suas operações e alcançar o patamar de 80 mil unidades anuais, dentro dos próximos anos.

Fora do Brasil

Em janeiro de 2020 a MRV&Co expandiu sua operação para o mercado norte americano com a aquisição da AHS Residential. A companhia é focada no desenvolvimento de empreendimentos para a locação residencial e posterior venda dos empreendimentos locados para um fundo de investimentos (REIT).

Este balanço mais recente mostrou um avanço expressivo na operação da AHS, que alcançou R$ 1,65 Bilhão em VGV de propriedades para investimento (PPI) em locação, um aumento de 39,5% frente ao último trimestre de 2020 e de 33,2% no comparativo com os primeiros três meses do ano passado.

A operação da AHS Residential continua seguindo o plano de expansão geográfica nos EUA e, no primeiro trimestre de 2021, adquiriu três novos terrenos no estado do Texas, sendo dois em Dallas e um em Austin, totalizando 876 unidades e US$ 204 milhões em VGV estimado.

Com isso, a AHS já possui land bank nos estados da Flórida, Texas e Geórgia, com um total de R$ 9,7 Bilhões em VGV, suficiente para 7.261 unidades.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade