Publicidade

Estado de Minas 4 DE JUNHO

Dia Livre de Impostos: site tem mais de 1 milhão de acessos e bate recorde da campanha

Devido à pandemia do novo coronavírus, a 14ª edição do protesto foi realizada em formato on-line, apenas com empresas que estão presentes na internet


postado em 04/06/2020 18:21 / atualizado em 04/06/2020 19:13

Site do movimento teve pico de até 8 mil acessos simultâneos(foto: Divulgação)
Site do movimento teve pico de até 8 mil acessos simultâneos (foto: Divulgação)
O Dia Livre de Impostos (DLI) que está ocorrendo, nesta quinta-feira (4), em Belo Horizonte e outras 153 cidades de 16 estados brasileiros, de forma on-line devido à pandemia da COVID-19, atingiu a marca de 1 milhão de acessos ao site, o recorde entre todas as campanhas. De acordo com Lucas Pitta, vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/BH), “o objetivo da campanha foi cumprido”. 

O protesto realizado todos os anos contra a alta carga tributária e o mau uso do dinheiro público propõe a venda de produtos e serviços sem a incidência de impostos. Os descontos podem chegar a 70% em determinadas lojas. 

Segundo os dados da CDL/BH, até as 14h desta quinta-feira, mais de 1 milhão de pessoas acessaram o site, 700 mil a mais do que em 2019, e tendo o pico de audiência simultânea próximo de 8 mil pessoas. Ainda de acordo com o vice-presidente do órgão, o sucesso de aderência à campanha só “prova que a sociedade está migrando para o meio digital”.

“Antes da pandemia da COVID-19 priorizávamos a compra nas lojas físicas. Estimulávamos os comerciantes a colocarem cartazes mostrando o preço dos produtos com e sem impostos, mas com o isolamento social tivemos que nos reinventar. Apostamos no site e, pelo o que parece, será um sucesso”, afirmou.

Balanço de vendas 

O balanço do total de produtos vendido e o valor arrecadado com a movimentação no site serão divulgados pela CDL/BH após o dia 12 de junho. De acordo com Pitta, algumas lojas vão continuar com a promoção até o Dia dos Namorados.
 
*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade