Publicidade

Estado de Minas

Guia completo Black Friday: EM seleciona tudo que você precisa saber para esta sexta

Há anúncios inusitados de prestadores de serviços, como de cemitérios, bancos, motéis e do agronegócio


postado em 22/11/2018 20:17 / atualizado em 22/11/2018 20:30

Dos segmentos do varejo que aderiram ao evento, hipermercados e as redes de eletroeletrônicos e utilidades domésticas são os que mais têm se beneficiado (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Dos segmentos do varejo que aderiram ao evento, hipermercados e as redes de eletroeletrônicos e utilidades domésticas são os que mais têm se beneficiado (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Será nesta sexta-feira o dia D da megapromoção prometida pelo comércio, a Black Friday, que começou a cobrir, nos últimos dias, as vitrines do varejo, das empresas prestadoras de serviços e da própria indústria. Pensando nisso, o Estado de Minas selecionou uma série de promoções e de informações para você aproveitar as ofertas com atenção redobrada e responsabilidade com o seu orçamento. Confira os links no final desta matéria.
 
Prepare-se para enfrentar filas, diante dos anúncios de cortes nos preços que alcançam 80%, mas é preciso tomar cuidados e conferir se, de fato, as ofertas são verdadeiras, além de cautela na hora de fechar a compra pela internet. É necessário checar a idoneidade do vendedor, observar as condições da entrega e evitar as páginas eletrônicas falsas e as fraudes.
 
Inspirada nas megaliquidações do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, a megapromoção chegou ao Brasil em 2010 e já ocupa a quinta posição no calendário de datas comemorativas do comércio, à frente das vendas motivadas pela Páscoa e o Dia dos Namorados. A receita esperada desta edição da Black Friday é de R$ 3,270 bilhões, com base em estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).
 
O maior número de promoções que você deve encontrar estará nos hipermercados, redes de eletroeletrônicos e utilidades domésticas, seguidos de lojas especializadas em móveis e eletrodomésticos, livrarias e papelarias, perfumarias e cosméticos. Há também anúncios inusitados de prestadores de serviços, como de cemitérios, bancos, motéis e do agronegócio. 

 
 
 
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade