Publicidade

Estado de Minas PAGO QUANDO PUDER

Trabalhar e pagar boletos: não é pra isso que a gente vive

Será que existem formas de usarmos o dinheiro mais a favor da nossa felicidade? Eu quero te mostrar que sim!


20/10/2021 06:00 - atualizado 20/10/2021 07:14

Contas a pagar
Para muita gente, o salário é realmente a conta de cobrir as despesas básicas (foto: Freepik/Reprodução)

O salário cai, você paga as contas do mês, o dinheiro acaba e, naquele mesmo dia, você começa a esperar o salário do mês seguinte. Se identifica com essa situação? Pode ter certeza que não é só você. Pelo menos na minha roda de amigos, 10 em cada 10 pessoas dizem que só vivem pra trabalhar e pagar contas. Mas será que precisa ser assim mesmo?

Eu não vou ser hipócrita de dizer que mudar essa situação só depende de você. A vida não anda fácil pra quase ninguém,  o valor de quase tudo subiu drasticamente  (menos o salário) e nosso dinheiro está mesmo valendo cada vez menos. Então, é claro que, pra muita gente, o salário é realmente a conta de cobrir as despesas básicas.

O que eu quero compartilhar hoje são algumas reflexões para te ajudar a entender se esse é realmente o seu caso, o que podemos fazer para impedir que essa situação nos domine e como encarar nossa vida financeira com um pouco mais de leveza. Você me acompanha nessa?

Como é a relação da sua família com questões financeiras?

Essa pergunta pode parecer estranha, mas acredite: ela tem muito a dizer sobre a forma com que você lida com dinheiro. Se, na sua infância, você viu as pessoas responsáveis pelas despesas domésticas gastarem tudo o que ganhavam e viverem apenas para pagar as contas, a tendência é que você acredite que a lógica da vida é realmente essa, mesmo que a sua realidade te permita viver uma situação diferente.

É por isso que eu tenho defendido tanto por aqui a  importância de falar sobre dinheiro em casa , com as pessoas que dividem a vida com a gente. Conversar abertamente sobre o assunto nos dá a chance de expor as dificuldades de cada um e encontrar caminhos para que todos possam se ajudar. Além disso, não tem o que discutir sobre a transparência ser um pilar importantíssimo das relações bem-sucedidas, não é mesmo?

O mais importante aqui é você entender que o contexto no qual você foi criado tem uma relevância muito grande quando o assunto são suas questões financeiras, sabendo que tomar essa consciência é o primeiro passo para que você possa traçar caminhos diferentes pra sua vida.

O quanto você tem investido nos seus sonhos?

Essa é outra reflexão muito importante que precisa ser feita. Como eu disse no título deste artigo, a gente não vive só pra trabalhar e pagar boletos. Na verdade, a gente vive, antes de qualquer coisa, para realizar nossos sonhos e ser feliz. E, se você tem mesmo vivido com essa sensação de que seu salário mal dá pra pagar as despesas básicas do mês, existe uma chance bem grande de que seus sonhos e desejos estejam ficando de lado.

Como eu não trabalho na base da ilusão, preciso ser bem honesta: para realizar algo que a gente queira muito, muitas vezes, é preciso abrir mão de várias outras coisas. Você pode até chamar isso de sacrifício, mas a expressão que eu acho mais adequada é "definição de  prioridades financeiras ".

E te digo mais. Se você não para pra pensar nos seus sonhos e desejos, a tendência é que você realmente viva apenas para trabalhar e pagar contas. Afinal, se você não sabe o que quer fazer com seu dinheiro, como você vai conseguir dar o valor devido para ele?

É por isso que parar para pensar no que você deseja realizar na vida é mais um passo extremamente importante para melhorar a sua forma de se relacionar com as questões financeiras. Isso te ajuda a estabelecer objetivos mais assertivos, a aprender a  celebrar as pequenas conquistas  e a buscar conhecimentos para lidar melhor com seu dinheiro.

Não! A vida não é só pra trabalhar e pagar boletos. Mas, para que isso seja  realidade, você precisa saber responder a uma perguntinha bem importante...

Para onde está indo seu dinheiro?

Mais uma questão difícil de ser respondida, não é mesmo? Mas, essa é a última reflexão que eu quero fazer com você neste momento. Se você não parar pra pensar com o que você tem gastado seu dinheiro, dificilmente você vai conseguir se libertar de viver só para pagar contas.

Não estou falando de usar uma planilha de excel extremamente complexa ou aplicativos de gestão financeira para os quais você precisa entregar todos os dados da sua vida. Existem muitas maneiras de fazer um  planejamento financeiro simples , que vai te tomar pouco tempo, mas vai te ajudar muito a entender por que parece que seu salário mal está dando para pagar as contas.

Ao colocar suas despesas no papel, você terá uma visão clara dos hábitos que podem estar sabotando sua vida financeira, dos gastos que podem ser eliminados e de que forma você pode economizar até mesmo nas despesas básicas. Eu tenho feito o uso adequado do meu cartão de crédito? Eu estou conseguindo arcar com meus compromissos financeiros ou preciso buscar formas de  negociar minhas dívidas ? Eu estou gastando mais do que eu deveria com serviços de delivery ou streaming?

Essas são algumas perguntas que um planejamento financeiro simples vai te ajudar a responder. E eu tenho certeza que existe uma grande chance de você descobrir que, diferentemente do que você pensa, seu salário é sim suficiente para pagar as contas, para realizar seus desejos e para te proporcionar momentos de prazer ao longo da vida - e não só pra pagar os boletos de cada dia.

No fim das contas, o objetivo deste artigo é te provocar a seguinte reflexão: não temos controle sobre tudo o que influencia nosso dinheiro, mas como posso agir diante da minha realidade financeira, para que eu possa mudá-la? É nisso que você precisa focar e eu te garanto que o processo vale muito a pena.

Por fim, quero te fazer um convite: que tal fazer parte de uma comunidade formada por pessoas como você, , especialistas em perrengues financeiros, que sabem bem o quanto seu dinheirinho é suado? Ao se inscrever no Clube do Corre, você recebe, gratuitamente e diretamente na sua caixa de e-mails, conteúdos como esse, que podem te ajudar a lidar melhor com as questões financeiras.  Inscreva-se agora!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade