Publicidade

Estado de Minas PAGO QUANDO PUDER

Planejamento financeiro: comece pequeno pra ir cada vez mais longe

Esqueça a planilha de excel e os aplicativos complexos. Saiba como começar a organizar suas finanças de forma simples e possível!


15/09/2021 06:00 - atualizado 13/09/2021 14:03

(foto: Pixabay )
(foto: Pixabay )

Sabe aquela máxima de que de grão em grão a galinha enche o papo? Pois é dela que eu vou falar hoje, pra exemplificar como você pode fazer um planejamento financeiro extremamente simples e, ainda assim, muito eficiente.

Há algumas semanas, já conversamos sobre como um planejamento financeiro pessoal pode ser mais fácil do que você imagina. Hoje, eu quero ir além e te mostrar que esse processo não está necessariamente ligado a grandes sonhos e a um longo período de tempo.
Na verdade, um planejamento de curto prazo e focado em pequenos objetivos pode ser um jeito muito eficaz de começar a colocar ou manter sua vida financeira em dia.
Eu não posso te prometer, mas sou capaz de apostar que, ao final deste artigo, você vai entender que colocar as finanças em ordem é realmente muito possível e vai se motivar a começar a se planejar agora mesmo.

Vamos lá?

Suas finanças tomam café da manhã com você todos os dias


É claro que ao lado do pão, da xícara de café e da fatia de queijo não há um extrato bancário, uma planilha de excel ou uma pilha de boletos. Mas, o que eu quero dizer com isso é que, diferentemente do que muita gente prega por aí e do que possivelmente você acredita, finanças pessoais não são coisa de outro mundo.

Na verdade, essa história de lidar com as finanças é inerente à vida adulta e, quer queira ou não, a sua relação com o dinheiro te acompanha para qualquer canto que você for. Já que é assim, não é melhor trabalhar em prol dessa relação, ao invés de ficar lutando contra ela ou vivendo em uma montanha-russa de emoções?

Eu tenho certeza que sim, mas quero te tranquilizar caso você já esteja pensando que essa será mais uma obrigação na sua vida. O objetivo deste artigo é te mostrar como um planejamento financeiro simples pode ser seu aliado nesse processo e de que forma você pode transformar o ato de planejar no caminho mais curto para você chegar onde quer. E pode, inclusive, ser prazeroso fazer isso! Já pensou que você pode até gostar de planejar as finanças? Vamos que te explico como isso pode acontecer!

Objetivos menores ajudam a ter mais foco e motivação


Se você está começando nessa história de planejamento financeiro e anda se assustando com a complexidade do processo que andam ensinando por aí, está na hora de abrir sua cabeça antes de continuar a leitura.
Aqui, não estamos falando de juntar dinheiro pra se aposentar, pra empreender, pra fazer uma grande reserva de emergência ou pra comprar a casa própria. Isso também é planejamento financeiro, mas planejamento financeiro não é só isso.

Sabe aquele restaurante legal que você pretende conhecer no mês que vem? Se planejar pra essa visita vai garantir que você aproveite a experiência sem se apertar. E aquele show do seu artista preferido que vai acontecer daqui a três meses e no qual você não pode deixar de ir? É bom se planejar pra comprar o ingresso. E o presente do seu melhor amigo que faz aniversário na próxima semana? Você já se planejou financeiramente pra comprar ou vai pagar no cartão de crédito e só se preocupar com o gasto no mês que vem?

Esses são alguns exemplos bem rotineiros pra te ajudar a entender que planejamento financeiro não é sinônimo de grandes sonhos e pode te ajudar a realizar, com mais tranquilidade, atividades comuns do seu dia a dia.

Por mais simples que pareçam essas situações que relatei acima, o que eu quero que você entenda com elas é que começar a se planejar financeiramente para alcançar pequenos objetivos é o primeiro, mas um grande, passo pra você ter certeza do quanto planejamento financeiro é possível e pode ser muito mais simples do que você imagina.

E digo mais: pequenas metas são alimentos poderosos para sua motivação. Objetivos pequenos são, geralmente, mais fáceis de se alcançar e ver nossos objetivos sendo alcançados é uma motivação e tanto para seguirmos firmes no caminho, acreditando que nós somos capazes de manter o controle da nossa vida financeira.

É aquela história de que de grão em grão a galinha enche o papo, lembra? Por mais curtos que os passos sejam, é preciso ter em mente que o importante é que eles te levem sempre pra frente, rumo aos seus objetivos. Melhor caminhar devagar e se manter em pé e em equilíbrio, do que correr o risco de dar passos maiores do que as próprias pernas, você não acha?

E, não dá pra negar, estabelecer objetivos de curto prazo também te ajuda a não sabotar as suas finanças, porque o caminho daqui até lá vai ser tão curto que nem vai dar tempo de você pensar que não vai dar conta do processo.

Planejamento financeiro a curto prazo na prática


Agora que você já entendeu que planejamento financeiro não é sinônimo de grandes sonhos, eu quero te ajudar a estabelecer pequenas metas que podem te ajudar a dar seus primeiros passos. Não se preocupe: eu não vou falar pra você anotar todos os seus ganhos e gastos em uma planilha. Nós queremos começar pequeno, lembra?

Estabeleça uma meta de economia por dia ou por semana

Todos os meses você promete guardar R$ 100 e quando chega no dia 30 ou 31, você percebe que não sobrou nada? Então, talvez seja o caso de você já começar a reduzir o prazo das suas metas.

E se, ao invés disso, você se comprometer a economizar R$ 3 por dia ou R$ 25 por semana? Parece bem mais possível, você não acha? Pra garantir que essa grana não vai se misturar com o restante do seu dinheiro, você pode adotar a boa e velha prática do cofrinho, colocando o valor estabelecido todos os dias lá dentro. No fim do mês, você vai ter os mesmos R$ 100 e o processo de economizar vai ter sido menos sofrido pra você.

Outra vantagem das metas de curto prazo é que fica mais fácil voltar para o caminho caso você desvie da sua rota. Não deu pra juntar os R$ 3 hoje? Não se preocupe! Você se organiza pra economizar em dobro amanhã. Mais fácil do que ter que esperar o próximo mês pra voltar pro seu objetivo ou dobrar uma meta mensal, não é mesmo?

Crie pequenos desafios para você e sua vida financeira


Eu não sei você, mas eu adoro um desafio! E posso te garantir: os melhores desafios a serem superados são aqueles estabelecidos por nós mesmos. E eu não estou falando de grandes dificuldades não, viu? Fazer pequenas provocações a si mesmo pode ser uma boa estratégia para se desafiar e provar que você é capaz de cumprir as coisas com as quais se compromete.

Ficar uma semana inteira sem pedir delivery, por exemplo. Essa certamente é uma meta bem desafiadora pra muita gente, mas, sem dúvida, plenamente possível pra qualquer um. Quer outro exemplo? Fazer apenas atividades de lazer gratuitas durante um mês inteiro. Existem muitas opções nesse sentido e criar esse desafio pode te ajudar a entender que a gente não precisa gastar muito pra se divertir. Eu, por exemplo, adoro um piquenique no parque!

Anote seus gastos por uma semana


Eu te prometi que não ia falar de planilha de controle de orçamento, então quero te propor uma estratégia bem mais simples. O que você acha de anotar tudo o que você gastar por apenas uma semana? Não se preocupe em registrar todos os custos do mês. O que eu quero é que você foque no curto prazo, para que realmente seja possível cumprir o combinado.

Adotar essa prática por alguns dias pode te ajudar a entender qual a melhor forma de fazer esse acompanhamento e, quem sabe, te ajudar a perceber que essa tarefa demanda menos tempo e garante mais benefícios do que você imaginava. Nunca se esqueça: os pequenos passos também te levam pra frente!

Você pode fazer isso de maneiras extremamente simples, usando seu aplicativo de mensagens, por exemplo. 

Crie uma conversa ou um grupo com você mesmo e, sempre que gastar algum valor, seja em dinheiro, cartão de crédito ou outra forma, escreva quanto custou e o que foi comprado. Assim, fica fácil registrar na hora e mais fácil ainda acessar quando quiser lembrar dos detalhes da compra!

E então? Esse conteúdo fez sentido pra você? Deu pra entender que o planejamento financeiro não precisa ser mais uma obrigação chata na sua vida? Espero que, ao chegar até aqui, você esteja sentindo motivação para dar passos curtos e tenha aprendido a importância de celebrar as pequenas conquistas e continuar caminhando, mesmo que devagar, sempre em frente!

Que tal assinar nossa newsletter e receber conteúdos como esse em primeira mão? Clique aqui e preencha seus dados. Sem precisar pagar nada por isso, você terá acesso a informações exclusivas que vão te ajudar a melhorar a sua relação com dinheiro.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade