Publicidade

Estado de Minas JUVENTUDE REVERSA

A economia prateada - da longevidade - traz novas ideias e tendências

É preciso desconstruir velhos paradigmas e estereótipos e contribuir para o acesso dos idosos à tecnologia, reconhecendo sua importância econômica e social


13/01/2022 07:08

Características do usuário idoso exigem desenvolvimento de interfaces específicas que facilitem a interação com os aparelhos
Características do usuário idoso exigem desenvolvimento de interfaces específicas que facilitem a interação com os aparelhos (foto: Pixabay)


O Brasil caminha para se tornar um país majoritariamente idoso. A população com mais de sessenta anos, até 2030, será maior que o grupo de crianças com até 14 anos segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Quem acompanha esta coluna sabe que eu já escrevi essa informação antes. E ainda vou repeti-la muitas vezes. Água mole em pedra dura...

Do ponto de vista econômico, o novo perfil demográfico traz novas ideias e tendências, abrindo espaço para muitas inovações nos modelos de negócios, nas tecnologias, no empreendedorismo e nas formas de investir – vislumbra-se uma verdadeira economia prateada!

- Leia: 5 dicas de incentivos para trazer a tecnologia para o seu lar

Em tecnologia, os fabricantes de smartphones e desenvolvedores de aplicativos devem estar atentos a essas tendências, considerando que as características do usuário idoso exigem o desenvolvimento de interfaces específicas que facilitem a interação desse público com seus aparelhos.

Cada indivíduo é único e na medida que envelhece experimenta diferentes graus de deficiência provocadas por alterações físicas e fisiológicas. Os recursos disponibilizados pelos fabricantes relevantes para as dificuldades de interação do idoso com os smartphones são vários. Por exemplo, se você selecionar o símbolo da engrenagem no seu visor que quer dizer “configurar”, tenho certeza de que se surpreenderá com as funcionalidades disponíveis de fábrica.

VISUAL

As deficiências visuais variam de perda de visão leve ou moderada em um ou ambos os olhos ("baixa visão") a perda de visão substancial e incorrigível em ambos os olhos ("cegueira"). Algumas pessoas têm reduzida ou falta de sensibilidade a certas cores ("daltonismo"), ou aumento da sensibilidade a cores brilhantes. Essas variações na percepção de cores e brilho podem ser independentes da acuidade visual. Pessoas com deficiência visual normalmente dependem de alterar a apresentação de conteúdo acessado pelo celular em formas mais utilizáveis para suas necessidades particulares. 
Ampliação: Use o zoom para aproximar a tela e ver o conteúdo com clareza.

- Tamanho da fonte e da exibição: Torne o texto na tela menor ou maior e aumente ou diminua os itens na tela. Alguns aplicativos podem mudar de posição. Neste caso, é preciso cuidado poque isso vai alterar a forma que o conteúdo é exibido em alguns aplicativos, podendo, inclusive, fazer com que partes de linhas de texto desapareçam, por exemplo (é minha experiência);

- Contraste: Os apps compatíveis mudarão o tema para escuro (modo noturno)
TalkBalk: Quando o TalkBack está ativado, ele oferece feedback falado para que você use o dispositivo sem olhar para a tela;

- Correção de cor: inclui dificuldade para distinguir entre cores como vermelho e verde, ou entre amarelo e azul, e às vezes incapacidade de perceber qualquer cor.

AUDITIVA

- Leia: A acessibilidade digital é mais que uma inclusão, é oportunidade

As deficiências auditivas variam de perda auditiva leve ou moderada em um ou ambos os ouvidos ("difícil de ouvir") a perda auditiva substancial e incorrigível em ambos os ouvidos ("surdez"). Algumas pessoas com deficiência auditiva podem ouvir sons, mas às vezes não o suficiente para entender toda a fala, especialmente quando há ruído de fundo. Isso pode incluir pessoas usando aparelhos auditivos.

- Transcrição Instantânea: Com o recurso legenda instantânea, as falas são detectadas, e as legendas são geradas automaticamente. Observação: As legendas instantâneas estão disponíveis apenas em inglês e não há compatibilidade total com músicas;
- Ocultar linguagem obscena: O conteúdo com linguagem obscena será substituído por asterisco * 
- Mostar etiquetas de sons: Inclui sons como risadas, aplausos e músicas

FÍSICO

As deficiências físicas (às vezes chamadas de "deficiências motoras") incluem fraqueza e limitações do controle muscular (como movimentos involuntários, incluindo tremores, falta de coordenação ou paralisia), limitações de sensação, distúrbios articulares (como artrite), dor que impede o movimento.

- Encerrar chamadas com o botão liga / desliga;
- Girar tela automaticamente;
- Tempo para tomar ação (limite de acessibilidade): Escolha quanto tempo serão mostradas as mensagens que exigem uma ação sua, mas que ficam visíveis apenas temporiamente;
- Intensidade da vibração e do retorno tátil: vibração do toque, da notificação e feedback tátil.

As configurações das interfaces devem possibilitar a adequação à necessidade de cada pessoa, de uma maneira fácil, rápida e que não traga traumas.

Dado o potencial da economia da longevidade, ou economia prateada, é um paradoxo o marketing das principais operadoras de celular (Claro, Vivo e Tim) não se atentar ao recorte deste nicho. As estratégias de publicidades são mais voltadas para o público jovem sem limitações e pouco para os idosos. É preciso desconstruir velhos paradigmas e estereótipos e contribuir para o acesso dos idosos à tecnologia de ponta, reconhecendo sua importância econômica e social. Afinal, mais que nunca, os idosos também são o futuro.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade