Publicidade

Estado de Minas NEGÕCIOS

Feriadões em série impulsionam o turismo em Minas

Empresários comemoram o movimento de turistas nos feriados de 7 de setembro e 12 de outubro e aguardam, animados, Finados e 15 de novembro


15/10/2021 08:00 - atualizado 14/10/2021 20:16

Rua de Tiradentes com charrete
Empresários de Tiradentes comemoram o movimento de turistas na cidade (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Passear, conhecer novos lugares e descansar. Para quem é amante de boas viagens, o trimestre tem sido favorável. São quatro feriadões em apenas três meses. Dois deles (7 de setembro e 12 de outubro) revigoraram o setor de turismo em Minas Gerais pelo fato de se prolongarem com o fim de semana.

Depois de tanto tempo sofrendo as amarguras da pandemia de COVID-19, os empresários mineiros do setor de turismo comemoram a retomada com o avanço da vacinação e esperam otimistas os próximos feriados prolongados: 2 e 15 de novembro.

Em todo Brasil, o índice de atividades turísticas avançou 4,6% em agosto, na comparação com julho. É a quarta taxa positiva seguida, período em que acumulou crescimento de 49,1%.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada ontem (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

E se já estava bom até agosto, a tendência é melhorar os números nos próximos fechamentos. Uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional) mostrou que, entre agências de turismo, operadores e empresas de transporte rodoviário, aquaviário e de agenciamento marítimo, entre outros, a maioria dos empresários prevê um aumento de faturamento superior a 50%, contra apenas 14% que vislumbram queda, mantendo também expectativa de crescimento em novas contratações até dezembro de 2021.

 

Quem trabalha diariamente com a realidade dos viajantes confere os dados das pesquisas. Impulsionados pelo home office, vacinação contra a COVID-19 e vontade de aproveitar a vida depois de mais de um ano de isolamento social, a procura só aumenta.

“O turismo está aquecendo. Todo mundo está doido pra sair de casa e o setor está preparado para receber o turista”, afirma Fernanda Nunes, consultora de viagens da UMA Viagens.

“O pessoal vai perdendo o medo (da pandemia), ganhando confiança e começa a voltar um pouco à normalidade. Então esses feriados prolongados são importantíssimos para o setor porque impulsionam essa movimentação”, acrescentou.

 

Na agência de Fernanda, otimismo é a palavra que não pode sair do vocabulário. “A gente espera que permaneça assim, realmente melhorando aos poucos, e que o pessoal volte a viajar. Estamos confiantes”, disse Fernanda.

Segundo a consultora de viagens, com a chegada do verão, geralmente os mineiros procuram praia e hotel fazenda. No entanto, este ano as charmosas cidades mineiras ainda têm sido requisitadas. A histórica Tiradentes, o frio em Monte Verde e a natureza do Serro fazem um sucesso com turistas de todo país.

 

 

 

O charme de Tiradentes

O presidente da Associação Empresarial de Tiradentes (ASSET), Wellerson Cabral, comemora os feriadões. “Nesse último feriado, mesmo com todo temporal que teve na região, tivemos alta ocupação nas pousadas. A cidade está respirando bem com isso”, disse.

A entidade acredita que Tiradentes tem um diferencial por ser uma cidade centralizada em relação à Belo Horizonte e São Paulo, atraindo público de diversas cidades com fácil acesso.

“Isso tem dado uma força enorme. As pessoas não programam a viagem com muita antecedência, deixa pra programar mais perto em um destino mais rápido. Depois dessa vacinação dá ainda mais tranquilidade para as pessoas saírem”, comenta.

 

Na hotelaria, o movimento tem superado as expectativas dos empresários. A diretora da Pousada Rústica, em Tiradentes, diz que os visitantes têm prolongado a estadia para além dos feriados e fins de semana.

“A ocupação está até um pouco melhor do que antes da pandemia. Antes, o turismo durante a semana era mais fraco. Com o home office, as pessoas ficam mais tempo. Junta o útil ao agradável”, avalia Kátia Castanheira.

 

No último feriado, a pousada dela foi ocupada por turistas que saíram de longe para aproveitar a cidade mineira.

“Uma turma grande veio do Ceará para renovar os votos em Tiradentes”, conta com alegria em ter superado a pior fase da pandemia.

“Tem sido muito bom porque agora a vacinação está aumentando. Nos últimos feriados, a cidade tem ficado bem cheia. A gente passou muita dificuldade até a incerteza de como seria essa volta, se o turismo voltaria e como voltaria. E eu acho que, pelo menos aqui na minha pousada, as pessoas estão sendo bem conscientes, usando máscara, preferindo lugares abertos.”

 

O aconchego de Monte Verde

Mesmo sendo um período considerado de média e baixa temporada para os aconchegos de Minas porque o verão impulsiona a procura por praias, a demanda pelo fácil acesso não fica de fora.

É o caso também de Monte Verde, distrito de Camanducaia, no Sul de Minas. “Temos bastante a comemorar neste feriado. Esse período sempre foi de média temporada e neste ano a gente está conseguindo manter um movimento melhor, com mais turistas, com o crescimento do número de hospedagens. Isso nos alegra muito”, comenta o secretário de Turismo da cidade, Bruno Rosa.

 

Mesmo com chuva, o turista não arredou o pé de aproveitar o charme da cidade gelada. No mês que vem, Monte Verde deve lançar as atrações de Natal e já espera com ansiedade a procura do público.

“Nossa expectativa é que os feriados de novembro, e principalmente o Natal, sejam muito bons. Vamos ter o ‘Natal nas Montanhas’ mais uma vez. Vamos fazer desse fim de ano uma nova temporada, assim como a gente já considera o inverno.”

 

Ponte sobre o Rio Jequitinhonha
No distrito de São Gonçalo do Rio das Pedras, no Serro, turista não consegue hospedagem sem antecedência. Na foto, ponte sobre o Rio Jequitinhonha (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

As belezas naturais e arquitetônicas do Serro

No Alto do Jequitinhonha, os turistas aproveitaram o feriado para desbravar Serro, a cidade que abriga dois distritos atraentes: Milho Verde, com suas cachoeiras e árvores; e São Gonçalo do Rio das Pedras, com sua arquitetura colonial e estrada de terra. “Apesar do clima não favorável, a cidade ficou bem cheia”, conta o secretário Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, Marcelo Tibães.

 

Por lá, só consegue se hospedar quem agenda com antecedência. “Levando em consideração o mesmo período no ano, nossa ocupação está bem melhor agora. Durante a semana, não consegue mais hospedagem, somente com agendamento. O turista que não agendou, não consegue ficar na cidade, tem que apenas passar”, diz o secretário, preocupado também com a pandemia.

“Nossa fiscalização continua acompanhando e temos uma resposta bem significativa. A população local tem se colocado responsável. A gente conseguiu manter o turismo aberto sem complicar os dados de COVID”, afirmou.

 

Ações para incrementar o setor

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) informou que "desenvolve várias ações para fomentar o turismo no estado, que integram o Programa Reviva Turismo".

O programa possui quatro eixos estratégicos: biossegurança, estruturação, capacitação e marketing do destino Minas Gerais. Entre maio e junho deste ano, por exemplo, o estado apresentou crescimento de 19,7% nas atividades do turismo, de acordo com a pesquisa do IBGE.

O índice de atividades turísticas de Minas é o maior entre outros estados e, também, acima da média nacional, que teve crescimento de 11,9% no período.

Em relação ao valor arrecadado no mesmo período, os meses de maio e junho, Minas também apresentou o melhor resultado entre os estados. As atividades turísticas em terras mineiras tiveram crescimento de 26% entre maio e junho, superior aos resultados de outros estados e também ao resultado nacional, que foi de 6,2%.

 

"Quanto à expectativa do turismo para os dois feriados prolongados de novembro, ela é de crescimento do número de turistas circulando em Minas Gerais, visto que a vacinação está avançando", informou a Secult.

"Além disso, as ações do Programa Reviva Turismo, da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), vêm ampliando e gerando resultados positivos, o que atrai mais turistas para o estado. Entre elas, podem ser citadas ações de estímulo ao turismo rural e de natureza, promoção do destino Minas Gerais dentro do próprio estado e para o Brasil, como as campanhas 'Minas para Minas' e 'Minas para o Brasil', que envolve ações de promoção e comercialização do destino Minas Gerais nos modelo B2B e B2C, como, por exemplo, parcerias com operadoras e agências para oferecimento de pacotes para todo o Brasil, ações de audiovisual e turismo autoguiado. No caso do feriado de 02/11, este será complementado pelo dia do servidor público, ampliando o período de folga, fazendo com que as viagens sejam maiores. Outra perspectiva é o aumento do raio de deslocamento, visto que são feriados mais longos, assim, a perspectiva é de aumento do número de turistas também de outros estados."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade