UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Genial/Quaest: Diferença entre Lula e Bolsonaro cai de 14 para 12 pontos

Apesar da queda, diferença está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2 pontos percentuais.


03/08/2022 08:43 - atualizado 03/08/2022 13:20

Bolsonaro e Lula
Bolsonaro reduz distância para Lula em pesquisa (foto: Mauro Pimentel/AFP e Nelson Almeida/AFP)


A aproximação do início da campanha eleitoral marca uma queda na distância entre os dois candidatos que lideram a preferência do eleitorado. Conforme dados da edição de agosto da pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta quarta-feira (03/08), a diferença entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL), passou de 14 para 12 pontos em um eventual primeiro turno na enquete sobre a intenção de voto estimulada. Mas essa queda está dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

É a menor diferença desde o início da série de pesquisas da Quaest encomendadas pela Genial Investimentos sobre as intenções de voto dos eleitores para o pleito de outubro. Mas o petista ainda tem chances de vitória no primeiro turno.


Enquanto Lula ficou com 44% das intenções de voto no primeiro turno, Bolsonaro teve 32%. Em julho, o placar era de 45% contra 31% a favor do petista. A soma dos outros candidatos passou de 19%, em julho, para 10%. Considerando apenas os votos válidos, o ex-presidente teria 51% dos votos, vencendo no primeiro turno na margem de erro. 

Em terceiro lugar na preferência dos entrevistados, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) teve 5%, abaixo dos 6% na pesquisa do mês passado, em um claro sinal de perda gradual de espaço. Em junho, o percentual era de 6%. André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) continuaram com 2% das intenções de voto cada. Pablo Marçal (Pros) teve 1%. Os demais candidatos não pontuaram. O percentual de indecisos permaneceu em 6%, mesma taxa dos que pretendem anular o voto. 
 
print da pesquisa
Em um eventual segundo turno, Lula continua à frente em todos os cenários, Tem com 51% dos votos contra Bolsonaro, que ficou com 37%. Na enquete de junho, o placar era de 53% a 34%. Em  um embate contra Ciro, Lula vence com 51% a 27%. E, contra Simone Tebet, a vantagem é maior, de 55% a 22%.

A Pesquisa Genial/Quaest realizou 2 mil entrevistas presenciais em 123 municípios das 27 unidades da federação, entre os dias 28 e 31 de julho. O nível de confiança é de 95%, de acordo com os organizadores do levantamento. 

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-02546/2022.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade