UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Líder do PSD de Kalil, Alexandre Silveira se encontra com Zema em Curvelo

Encontro foi interpretado por interlocutores como se Alexandre Silveira também tivesse espaço com o atual governador de Minas e com o presidente Jair Bolsonaro


13/05/2022 15:19 - atualizado 13/05/2022 17:21

Silveira durante entrevista
Silveira vive impasse para lançar candidatura à reeleição ao Senado (foto: PSD/Divulgação)
 
Líder do PSD, partido do ex-prefeito de BH e pré-candidato ao governo de Minas Alexandre Kalil, o senador Alexandre Silveira (PSD-MG) se encontrou nesta sexta-feira (13/5) com o governador Romeu Zema (Novo) na abertura da exposição agropecuária de Curvelo, Região Central do estado. Silveira visitou o evento para prestigiar o deputado federal Virgílo Guimarães (PT-MG), natural da cidade, que defende a aliança de seu partido com Kalil e o parlamentar nas eleições de outubro. 
 
O encontro em Curvelo foi interpretado por interlocutores como uma mostra de que Silveira pode ter espaço com Zema e com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Nesta semana, o União Brasil, um partidos que apoiam o governador, também sinalizou apoio à candidatura do senador, que, inclusive, se reuniu com o deputado Bilac Pinto, em Brasília. 
 
 

O lançamento da candidatura de Silveira ao senado ainda depende da solução do impasse do PSD com o PT, que manifestou a vontade de apoiar Kalil ao governo de Minas, mas tem preferência por lançar o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) na busca pela vaga ao Senado. 
 
 
Anfitrião do encontro em Curvelo, Virgílio Guimarães confirmou que ainda existe uma indefinição em Minas no que diz respeito ao PT e ao próprio PSD, mas não escondeu suas preferências.
 
“Estamos na discussão com a coligação com o PSD. Eu apoio a ideia da coligação. O Kalil seria o candidato. O PT terá de fazer a opção, mas a maioria da bancada estadual e federal quer a coligação. Eu apoio o Kalil para o governo e o Silveira para o Senado”, afirma o deputado.

Alexandre Silveira pode ser indicado para ser líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado, o que poderia travar ainda mais uma aliança com o PT em Minas. Recentemente, Alexandre Kalil disse que não estará ao lado de Bolsonaro nas eleições e vê uma aliança formal com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como o caminho ideal na disputa. 
 

União com Kalil 


Em visita a Minas Gerais no começo da semana, o próprio Lula disse que o PT se esforçaria para viabilizar a união com Kalil no estado. O ex-presidente pediu aos petistas de Minas que façam esforço para atrair o ex-prefeito de Belo Horizonte para uma forte aliança.

Por sua vez, a bancada mineira do PSD na Câmara dos Deputados defende o apoio à reeleição de Jair Bolsonaro. Em Brasília, Alexandre Silveira se encontrou com os deputados Diego Andrade, Subtenente Gonzaga, Stefano Aguiar e Misael Varella e ouviu deles que dificilmente haveria uma aliança com Lula em Minas.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade