Publicidade

Estado de Minas ATAQUES

Em tom de ameaça, pastor Silas Malafaia tenta intimidar Alexandre de Moraes

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, pastor desfere uma série de intimidações ao ministro do STF; a quem chama de 'ditador da toga'; vídeo repercute nas redes


15/09/2021 08:49 - atualizado 15/09/2021 10:39

'Queria ver ele me prender', desafia Silas Malafaia (foto: Redes sociais/Reprodução)
'Queria ver ele me prender', desafia Silas Malafaia (foto: Redes sociais/Reprodução)
Um vídeo do pastor Silas Malafaia fazendo uma série de intimidações ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, está repercutindo nas redes sociais. Em entrevista à jornalista Leda Nagle na última quinta-feira (9/9), o empresário disse que não tem medo de ser preso, já que ‘mexer com liderança religiosa’ no Brasil, é equivalente a cutucar 'uma casa de marimbondo com ferrão grande’.

“Sabe qual a possibilidade dele tocar em um líder religioso? De zero a cem? É de um. Dele tocar em mim?  De zero a cem é de uma chance. Ele sabe que mexer com liderança religiosa é uma casa de marimbondo com ferrão grande. Não que evangélico vá quebrar nada, não tem nada a ver com isso, mas a pressão sobre isso é gigante. Deputados e senadores, que são votos majoritários, levam a eleição com voto dos evangélicos. Não vai aguentar a pressão”, diz o pastor.

“Queria ver ele me prender. Tenho medo dessa cara não. Mas não tenho medo mesmo. Repito em alto bom som: ditador da toga. Tem que ter impeachment, não é digno de está vestido de toga no Supremo Tribunal. Pode vir do jeito que ele quiser que eu não tenho medo”, continuou.
 
 

Silas Malafaia é um dos líderes religiosos mais próximos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nos atos de 7 de setembro na Avenida Paulista, na capital de São Paulo, o pastor esteve ao lado do chefe do Executivo enquanto ele desferiu diversos ataques a Alexandre de Moraes e outros ministros do STF durante discurso a apoiadores. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade