Publicidade

Estado de Minas IMBRÓGLIO

Coronel da PM tenta registro 'avulso' para ser vice de Engler em BH, mas Justiça barra

Equipe do bolsonarista tenta meios legais de tornar Cláudia Romualdo a vice-candidata; partido escolheu outro nome


26/10/2020 19:19 - atualizado 26/10/2020 19:33

Aos 23 anos, bolsonarista Bruno Engler é candidato a prefeito de BH pelo PRTB.(foto: Marco Faleiro/EM/D.A Press)
Aos 23 anos, bolsonarista Bruno Engler é candidato a prefeito de BH pelo PRTB. (foto: Marco Faleiro/EM/D.A Press)
O imbróglio entre Bruno Engler e seu partido, o PRTB, ganhou novos contornos: a Justiça Eleitoral barrou, nesse sábado (24), o pedido de registro da coronel reformada da Polícia Militar, Cláudia Romualdo, para ocupar o posto de vice-candidata da chapa que vai disputar a Prefeitura de Belo Horizonte. Na semana passada, a chapa formada por Engler e a militar já havia sido indeferida. Agora, um caminho alternativo foi tentado.

O juiz Henrique Oswaldo Pinto Marinho, da 39° Zona Eleitoral, também barrou um pedido de registro “avulso” feito por Engler. Em compensação, o presidente municipal do PRTB, Mauro Quintão, foi mantido como vice — em chapa já legalizada com o deputado estadual.

Na decisão em que rejeita o registro de Cláudia, o magistrado menciona que Mauro Quintão foi escolhido como o vice durante a convenção da legenda em BH. Os processos avulsos de Engler e Cláudia Romualdo correm em paralelo ao caso da chapa “completa”, composta por ambos.

Em contato com o Estado de Minas, o advogado de Engler, Luiz Marcio Siqueira Júnior, prometeu recorrer até a última instância: o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Prazo para trocas vence hoje


Esta segunda-feira é o último dia para que partidos e candidatos mexam na composição de chapas. As mudanças podem ocorrer apenas 20 dias antes do primeiro turno — neste ano, agendado para 15 de novembro.

Após o prazo, são admitidas mexidas apenas em caso de falecimento.

O processo envolvendo a chapa formada por Bruno Engler e Cláudia Romualdo está, agora, nas mãos do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

Entenda


Segundo Engler, o PRTB firmou coligação com o PSC — responsável por indicar Maria do Carmo Maciel Lopes para ser vice-candidata. Segundo acordo citado pelo deputado estadual, ele teria liberdade para escolher a composição da chapa, sem eventuais intervenções de Quintão.

De acordo com ele, as tratativas foram costuradas em videoconferência que contou com a participação do presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix. Em 16 de setembro, no entanto, um dia após reunião com Fidelix, Quintão marcou encontro extraordinário da direção municipal — e se colocou como postulante a vice.

O nome de Quintão desagrada o “cabeça” de chapa, aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade