Publicidade

Estado de Minas CORRIDA ELEITORAL

Cruzeiro e religião: candidatos em BH reacendem polêmicas antigas para atacar Kalil

'Não vamos deixar que o prefeito destrua o nosso time', diz Lafayette Andrada em vídeo postado por sua equipe


26/10/2020 15:35 - atualizado 26/10/2020 15:57

Em 'cenário' decorado com elementos ligados ao Cruzeiro, Lafayette Andrada lembrou polêmicas futebolísticas de Kalil.(foto: Reprodução/Lafayette Andrada)
Em 'cenário' decorado com elementos ligados ao Cruzeiro, Lafayette Andrada lembrou polêmicas futebolísticas de Kalil. (foto: Reprodução/Lafayette Andrada)
Após se posicionar como o “candidato do partido da família Bolsonaro”, Lafayette Andrada, representante do Republicanos na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte, lançou mão de outra estratégia para tentar decolar na corrida eleitoral. Nas redes sociais, ele se posicionou como postulante cruzeirense para caçar votos de torcedores do time celeste.

Enquanto isso, Professor Wendel Mesquita (Solidariedade) tem veiculado, em suas inserções na televisão, trecho de uma antiga entrevista do prefeito Alexandre Kalil (PSD), dada em 2016, sobre não gostar de frequentar templos religiosos.

Lembrando falas de Kalil, ex-presidente do Atlético, Lafayette pede à população que eleja um “prefeito cruzeirense”.

“Temos, em Belo Horizonte, um prefeito que odeia o Cruzeiro. Ele mesmo já declarou isso várias vezes e, não esconde para ninguém, que quer acabar com o nosso Cruzeiro. Não vamos permitir. Vamos eleger um prefeito cruzeirense. O ano que vem é o ano do nosso centenário. Não vamos deixar que o prefeito da capital destrua o nosso time”, diz, em vídeo postado na última quinta-feira (22).

A peça é aberta por vídeo de uma entrevista dada pelo músico Samuel Rosa, assumidamente fã do clube celeste, ao canal Cruzoeiro, hospedado no YouTube. Durante o trecho veiculado pelas redes de Lafayette, Samuel fala sobre uma suposta fraqueza do Cruzeiro nos bastidores e diz que a instituição “sempre foi oposição” em Minas Gerais.

Ao som do hino cruzeirense e com um escudo do clube ao fundo, Lafayette, então, surge para comentar a declaração do músico e tecer críticas a Kalil.

Kalil e religião


A declaração do pessedista sobre igrejas utilizada por Professor Wendel foi dada em abril de 2016, em programa do canal Fox Sports. “Não adianta me chamar para igreja. Gosto de bar, uísque. Isso que eu gosto. Não me chama para igreja, que igreja é um saco”, afirma o prefeito, no trecho mostrado pelo deputado estadual.

 “Mal (professar religião) não faz. Eu não sou (religioso). E aí, quando falo em Deus, e falo, eles começam a me chamar para ir em igreja”, argumenta Kalil, segundos antes, em momento que não foi publicado na peça eleitoral, mas está na entrevista original.

Na sequência, em outra parte dos 19 segundos a que tem direito a cada duas vezes por dia, o candidato se manifesta de modo breve: “Nós, cristãos, devemos nos posicionar para termos um governo justo”.

 

Wendel Mesquita apela à religião para tentar conseguir votos.(foto: Luiz Santana/ALMG)
Wendel Mesquita apela à religião para tentar conseguir votos. (foto: Luiz Santana/ALMG)

Outro lado


Quando dirigente do Galo, Kalil já havia, de fato, mencionado o desejo de “destruir o Cruzeiro”. Embora tenha reconhecido “comemorar” o rebaixamento do clube rival, o chefe do Executivo municipal não fez comentários sobre prejudicar o clube do Barro Preto durante os quase quatro anos à frente da prefeitura.

O Estado de Minas procurou a campanha de Kalil, que optou por não comentar as falas dos adversários.


Dupla estacionada entre os últimos


Segundo a mais recente pesquisa sobre o cenário eleitoral belo-horizontino, divulgada no sábado (24), pelo Instituto Paraná, Professor Wendel Mesquita tem cerca de 1% das intenções de voto. Lafayette Andrada, por sua vez, não alcançou um ponto percentual. Alexandre Kalil lidera a disputa com 59,5%.

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade