Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

BH: Justiça Eleitoral nega registro de chapa com Bruno Engler e ex-coronel da PM

Bolsonarista diverge do partido sobre o nome para a vice-candidatura; imbróglio foi judicializado


30/09/2020 16:34 - atualizado 30/09/2020 17:26

Deputado estadual desde o ano passado, Engler, de 23 anos, almeja a Prefeitura de Belo Horizonte.(foto: Henrique Chendes/ALMG)
Deputado estadual desde o ano passado, Engler, de 23 anos, almeja a Prefeitura de Belo Horizonte. (foto: Henrique Chendes/ALMG)
A Justiça Eleitoral indeferiu, em primeira instância, a chapa composta por Bruno Engler e Coronel Cláudia Romualdo. Candidato do PRTB à Prefeitura de Belo Horizonte, o deputado estadual pretendia ter a militar como companheira na disputa. Seu partido, porém, já havia registrado aliança composta entre Engler e o presidente municipal da legenda, Mauro Quintão.

A decisão, assinada pelo juiz Henrique Oswaldo Pinto Marinho, da 39° Zona Eleitoral de Belo Horizonte, é datada dessa terça-feira (28). No texto, o magistrado alega que a chapa formada por Engler e Quintão é fruto do que foi decidido na convenção municipal do PRTB — por isso, a mudança foi negada.

De acordo com o juiz, um Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) torna legítima a manutenção de Quintão como vice-candidato. “Observa-se, de imediato, que o nome do candidato ao cargo de Vice-Prefeito no presente DRAP (Cláudia Araújo Romualdo) não corresponde àquele indicado na ata da convenção do PRTB, já encaminhada à Justiça Eleitoral no prazo previsto na mencionada Resolução, onde consta Mauro Marcelo Quintão”, diz trecho da decisão.

O magistrado argumenta, ainda, que o “registro de candidaturas deve seguir normas pré estabelecidas, entre elas o prévio encaminhamento à Justiça Eleitoral da ata da convenção partidária com os candidatos escolhidos”.

Ver galeria . 15 Fotos Alexandre Kalil (PSD) busca a reeleição. Seu vice - e colega de partido - é Fuad Noman. A coligação tem, ainda, Rede, MDB, PP, PV, PDT, Avante e DC. Leandro Couri/EM/D.A Press
Alexandre Kalil (PSD) busca a reeleição. Seu vice - e colega de partido - é Fuad Noman. A coligação tem, ainda, Rede, MDB, PP, PV, PDT, Avante e DC. (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press )


Entenda


No fim de semana, Engler publicou vídeo criticando o registro feito pelo partido — com Mauro Quintão na chapa. Ele disse ter sido vítima de “pilantragem” e “maracutaia”. Quintão também se manifestou por meio de vídeo nas redes sociais e exigiu retratação.

Na segunda-feira (28), Engler concedeu entrevista coletiva ao lado da Coronel Cláudia e cobrou posicionamento do presidente nacional do PRTB, Levy Fidélix. Bolsonarista, o deputado estadual disse, ainda, ter ido até São Paulo para conversar com o dirigente — em vão: ele afirma não ter sido recebido.

O PRTB é o partido do vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Além de Bruno Engler, outros 14 nomes registraram candidaturas à prefeitura da capital mineira. O primeiro turno da eleição está agendado para 15 de novembro. O segundo turno foi marcado para 29 de novembro, caso haja necessidade.

O Estado de Minas procurou o diretório belo-horizontino do PRTB e o candidato. Quintão disse que só irá se manifestar após se reunir com o advogado da legenda. 

Engler, por seu turno, prometeu recorrer. "A campanha vai continuar com Bruno Engler prefeito e Coronel Cláudia de vice, aguardando a decisão das instâncias superiores", garantiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade