Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Bolsonaro visita farmácia, padaria e posto de gasolina em Brasília

Bolsonaro saiu do Palácio da Alvorada e seguiu para um posto de gasolina


postado em 29/03/2020 11:16 / atualizado em 29/03/2020 15:59

(foto: Reprodução/ Instagram)
(foto: Reprodução/ Instagram)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deixou o Palácio da Alvorada na manhã do domingo, 29, pelo acesso à residência oficial da vice-presidência, o Palácio do Jaburu, evitando assim o contato com a imprensa. Em meio à pandemia do novo coronavírus, Bolsonaro foi visitar vários comércios locais ainda abertos em Brasília.

View this post on Instagram

- Agora, Ceilândia/DF.

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on



São poucos os estabelecimentos abertos neste domingo, porque a cidade cumpre decreto do governador, Ibaneis Rocha (MDB), que determina o fechamento de lojas e shoppings para evitar a circulação das pessoas e tentar controlar a propagação da covid-19.

Apenas os serviços considerados essenciais podem funcionar.

Bolsonaro saiu por volta de 9h30 do Palácio da Alvorada e seguiu para um posto de gasolina. Ele desceu do carro para cumprimentar e tirar fotos com frentistas que estavam trabalhando. Também conversou com populares.

Em seguida, Bolsonaro visitou uma farmácia, uma padaria e um supermercado no Sudoeste, bairro residencial que fica cerca de 10 km do Congresso Nacional.

Neste momento, o presidente está no Hospital das Forças Armadas (HFA).

Não há informação se é apenas uma visita ou se o presidente tem algum atendimento agendado. Ele está conversando com pessoas que estão na entrada do hospital.

Bolsonaro, na semana passada, defendeu o chamado isolamento "vertical", quando apenas idosos e pessoas com doenças crônicas ficam isoladas.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no entanto, no sábado, 28, defendeu, num discurso contundente, a manutenção das medidas de isolamento para conter o avanço do novo coronavírus.

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

View this post on Instagram

- Agora, Ceilândia/DF.

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

Coronavírus é pandemia. Entenda a origem desta palavra

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade