Publicidade

Estado de Minas

Zema nomeia presidentes para Rádio Inconfidência e TV Minas

Ronan Scoralick Abdo e Kiko Ferreira assumirão os cargos nas emissoras públicas


postado em 15/03/2019 13:49 / atualizado em 15/03/2019 18:35

Eustáquio Ferreira Neto, o Kiko Ferreira, vai presidir a Rede Minas(foto: Gláucia Rodrigues/Divulgação)
Eustáquio Ferreira Neto, o Kiko Ferreira, vai presidir a Rede Minas (foto: Gláucia Rodrigues/Divulgação)
A edição desta sexta-feira do Minas Gerais trouxe a publicação das nomeações de Ronan Scoralick Abdo e  Kiko Ferreira, respectivamente, para as presidências da Rádio Inconfidência e da Rede Minas. 


Os cargos estavam vagos desde janeiro, quando o governador Romeu Zema (Novo) editou um decreto exonerando todos os ocupantes de cargos de chefia no estado.

A Rádio Inconfidência e a Rede Minas são vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, comandada por Marcelo Matte. A reforma administrativa em tramitação na Assembleia Legislativa de Minas Gerais prevê a fusão das pastas de Cultura e do Turismo.

 

As duas emissoras – que devem ser fundidas na Empresa Mineira de Comunicação (EMC) – enfrentam atualmente problemas relacionados à falta de pessoal e dinheiro. 


A Inconfidência, por exemplo, está às voltas com o contigenciamento de verbas: o orçamento para custeio previsto para este ano, de R$ 1,3 milhão, foi reduzido para R$ 70 mil.


Publicidade