Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

China resolve testar cidade inteira após descoberta de apenas um caso de COVID-19

Autoridades da cidade de Kashgar dizem que cerca de 4,7 milhões de pessoas serão testadas em alguns dias


26/10/2020 12:16 - atualizado 26/10/2020 12:40


A China já respondeu a pequenos surtos com testes em grande escala(foto: Getty Images)
A China já respondeu a pequenos surtos com testes em grande escala (foto: Getty Images)

A China está promovendo testes de coronavírus em uma cidade inteira por causa de um surto regional na província de Xinjiang.

Cerca de 4,7 milhões de pessoas em Kashgar estão sendo testadas, com 138 casos assintomáticos encontrados até agora.

A China tem tido grande sucesso em reduzir as taxas de infecção, mas continuam ocorrendo pequenos surtos.

A província de Xinjiang, no oeste da China, é o lar da minoria étnica de origem muçulmana uigur, que grupos de direitos humanos dizem estar sendo perseguida pelo governo em Pequim.

Escolas em Kashgar foram fechadas e os residentes não estão autorizados a deixar a cidade a menos que tenham feito o teste e obtido resultado negativo.

O primeiro caso do surto de Kashgar foi de uma mulher assintomática que trabalhava em uma fábrica de roupas no condado de Shufu, nos arredores da cidade.

A mulher, que descobriu estar infectada após o que a mídia estatal chinesa descreveu como "teste de rotina", foi o primeiro caso local detectado na China continental em 10 dias.


A China tem tido grande sucesso em reduzir as taxas de infecção, mas continuam ocorrendo pequenos surtos(foto: Getty Images)
A China tem tido grande sucesso em reduzir as taxas de infecção, mas continuam ocorrendo pequenos surtos (foto: Getty Images)

Testes em massa, que começaram a ser feitos no sábado, identificaram outros 137 casos assintomáticos.

Os casos assintomáticos não são contabilizados na contagem oficial da China de 85.810 infecções confirmadas. O número de mortos no país é de 4.634.

Mais de 2,8 milhões de testes foram aplicados em Kashgar na tarde de domingo (25/10) e o restante será concluído em dois dias, de acordo com autoridades da cidade.

Map

Além de uigures, a província Xinjiang também é lar de outros muçulmanos turcomenos.

A província de Xinjiang tem uma rede de campos de detenção que a China diz serem centros de "reeducação" necessários para enfrentar o extremismo. No entanto, grupos de direitos humanos os veem como parte de uma campanha para suprimir a cultura, o idioma e a identidade da minoria muçulmana.

Os EUA bloquearam recentemente algumas exportações de Xinjiang devido a supostos abusos de direitos humanos e trabalho forçado.

Embora a vida normal tenha sido retomada em grande parte da China, continuam ocorrendo pequenos surtos de coronavírus que as autoridades decidiram tratar com testes em massa imediatos.

No início de outubro, por exemplo, a cidade de Qingdao testou toda a sua população, de nove milhões de pessoas.

A testagem em massa ocorreu após a descoberta de uma dúzia de casos ligados a um hospital que trata de pacientes com coronavírus vindos do exterior.

Mas a medida já não era inédita. Em maio, a China havia testado a população de 11 milhões de habitantes de Wuhan, a cidade onde o novo coronavírus foi identificado pela primeira vez.

O país conseguiu controlar o vírus, diferentemente de outras partes do mundo, onde ainda há um grande número de casos e restrições de circulação de graus variados.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!


O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade