Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

COVID-19: EUA planejam vacinar crianças abaixo dos 12 anos em 2022

Atualmente, nenhum dos três imunizantes contra o coronavírus liberados para uso nos Estados Unidos está disponível para menores de 16 anos


28/02/2021 14:30 - atualizado 28/02/2021 19:44

Governo dos EUA e farmacêuticas trabalham para vacinar população abaixo dos 12 anos(foto: Michael M. Santiago/Getty Images/AFP)
Governo dos EUA e farmacêuticas trabalham para vacinar população abaixo dos 12 anos (foto: Michael M. Santiago/Getty Images/AFP)

As crianças norte-americanas menores de 12 anos provavelmente serão vacinadas no início de 2022, afirmou neste domingo (28/02) o imunologista Anthony Fauci, assessor da Casa Branca. Atualmente, nenhuma das três vacinas autorizadas nos Estados Unidos (EUA) está disponível para menores de 16 anos.

Mas Fauci declarou ao canal NBC que algumas empresas já iniciaram estudos para reduzir gradualmente esta idade e vacinar o público mais jovem. "Não queremos passar de 12 anos a seis meses de uma só vez, se começa por passar de 12 anos, depois de 9 anos a 6, de seis a dois anos", explicou.

Com o avanço dos estudos, o imunologista - amplamente respeitado nos Estados Unidos - acredita que os menores de 12 anos serão vacinados, no prazo mais rápido, no fim do ano. "E muito provavelmente, no primeiro trimestre de 2022", afirmou.

A vacinação infantil é um tema chave nos Estados Unidos, já que aliviaria a carga de milhões de pais cujos filhos permanecem no ensino a distância.

As situações variam muito segundo a região e a natureza das escolas (públicas, privadas, religiosas). Atualmente existe uma luta de poder entre as autoridades e os professores pela reabertura das instituições.

Os estudantes do Ensino Médio devem ser vacinados no "outono" (hemisfério norte, primavera no Brasil, disse Fauci.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte. 

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade