Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Vacina de Pfizer contra COVID-19 tem 94% de eficácia, diz estudo de Israel

Análise incluiu 1,2 milhão de pessoas, sendo metade de vacinados, e foi feita pela maior seguradora de saúde do país


15/02/2021 10:04

Israel já vacinou quase 4 milhões de pessoas(foto: JACK GUEZ / AFP)
Israel já vacinou quase 4 milhões de pessoas (foto: JACK GUEZ / AFP)


Um estudo feito pela principal seguradora de saúde de Israel, a Clalit, com 1,2 milhão de pessoas mostrou que a vacina anti-COVID-19 da Pifzer e da BioNTech tem 94% de eficácia em prevenir a doença de maneira sintomática e de 92% em evitar casos graves.

Segundo o estudo publicado neste domingo (14), os cientistas dividiram as pessoas em dois grupos, sendo que metade já tinha recebido as duas doses do imunizante e a outra não tinha sido imunizada com nenhuma dose.

"A eficácia da vacina é mantida em todas as faixas etárias, incluindo aqueles que têm mais de 70 anos", disse ainda a empresa em nota. Israel optou por imunizar todas as pessoas acima dos 16 anos e pretende ter toda a população alvo protegida até o fim do mês de março.

O Ministério da Saúde informou que já vacinou quase quatro milhões de pessoas até o momento, sendo que 2,5 milhões receberam as duas doses. A população total do país é de cerca de nove milhões. (ANSA).

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte. 

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade