UAI
Publicidade

Estado de Minas

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 estão adiados para ano que vem

Decisão inédita foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI); somente as duas Guerras Mundiais foram responsáveis por cancelamento do evento


postado em 24/03/2020 10:32 / atualizado em 24/03/2020 10:54

O presidente da Tóquio 2020, Yoshiro Mori (E), assoa o nariz ao lado do diretor executivo, Toshiro Muto, durante anúncio do adiamento(foto: Behrouz MEHRI / AFP)
O presidente da Tóquio 2020, Yoshiro Mori (E), assoa o nariz ao lado do diretor executivo, Toshiro Muto, durante anúncio do adiamento (foto: Behrouz MEHRI / AFP)

Os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para serem disputados entre 24 de julho e 9 de agosto deste ano, foram adiados para 2021 devido à pandemia do coronavírus, anunciou nesta terça-feira (24) o Comitê Olímpico Internacional (COI).

 

Trata-se de uma adiamento inédito na história dos Jogos, cuja primeira edição na era moderna foi disputada em 1986. Somente as duas Guerras Mundiais foram responsáveis por perturbar o calendário olímpico, em 1916, 1940 e 1944, mas em todos estes casos a decisão final foi o cancelamento definitivo das edições.

 

"Nas circunstâncias atuais e com base nas informações apresentadas hoje (24) pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos Olímpicos de Tóquio devem ser reagendados para depois de 2020 e serem disputados no mais tardar no verão (boreal) de 2021, com o objetivo de preservar a saúde dos atletas e de todos os envolvidos nos Jogos Olímpicos, assim como da comunidade internacional", anunciou o COI em comunicado.

 

Pouco antes, em Tóquio, ao término de uma teleconferência com o presidente do COI, Thomas Bach, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, anunciou que havia "apresentado uma proposta de adiar (os Jogos Olímpicos) por cerca de um ano" e que o dirigente olímpico concordou "em 100%".

 

Esta decisão do COI e dos organizadores dos Jogos se mostrava cada vez mais provável nos últimos dias diante da propagação do coronavírus no mundo e da enxurrada de pedidos de adiamento vindos de atletas e federações de grande influência. 

 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

 

Gráfico mostra a evolução diária de casos confirmados de coronavírus no Brasil

 

Como se prevenir?

 

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
 

Quais os sintomas do coronavírus?

 

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19: 

 

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
 
Em casos graves, as vítimas apresentam: 
 
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

 
Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: 
  • O álcool em gel é capaz de matar o vírus? 
  • O coronavírus é letal em um nível preocupante? 
  • Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? 
  • A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? 

 

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também: 

 

 

   


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade