UAI
Publicidade

Estado de Minas TRÊS PESSOAS PRESAS

PC apreende drogas do Paraguai estimadas em R$ 500 mil, que abasteceriam JF

Operações deflagradas por policiais civis mineiros e no Mato Grosso do Sul resultaram na apreensão de cerca de 300kg de maconha e outros entorpecentes


21/04/2022 15:04 - atualizado 21/04/2022 20:56

Parte dos entorpecentes foi apreendida no Bairro Linhares, na Zona Leste de Juiz de Fora, nessa quarta-feira (20/4)
Parte dos entorpecentes foi apreendida no Bairro Linhares, na Zona Leste de Juiz de Fora, nessa quarta-feira (20/4) (foto: Polícia Civil/Divulgação)

Parte das operações de uma das maiores organizações criminosas para o tráfico de drogas, em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, foi desmantelada nessa quarta-feira (20/4) pela Polícia Civil. Além de três prisões, as autoridades estimam um prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil para os traficantes.
 
 
As diligências tiveram início pela manhã, quando a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul prendeu um rapaz de 18 anos em um motel na cidade de Amambai, na fronteira com o Paraguai – país no qual o jovem juiz-forano abasteceu o carro que conduzia com cerca de 300kg de maconha e 5kg de skank.
 
Em entrevista ao Estado de Minas nesta quinta-feira (21/4), o delegado Rafael Gomes conta que a organização criminosa, que atua no Bairro Linhares, na Zona Leste da cidade, já estava sendo investigada nos últimos meses.
 
Ainda conforme o titular da Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico, o grupo estava abastecendo toda a cidade e outros municípios da região da Zona da Mata. “Esse jovem saiu daqui de Juiz de Fora no último domingo. Sabíamos que ele iria até o Paraguai buscar um grande carregamento de drogas num veículo Gol. Na volta, faríamos o flagrante. No entanto, os policiais civis de lá acabaram interceptando o veículo primeiro”, inicia.
 

Operação em JF em duas frentes

 
Diante da prisão em outro estado, a Polícia Civil mineira entendeu que outros membros da organização poderiam ficar em estado de alerta, colocando em risco meses de investigação. Logo, conforme explica o delegado, a operação foi imediatamente deflagrada em Juiz de Fora com duas frentes de trabalho.
 
 
 
“Seguimos dois dos investigados da organização, de 20 e 24 anos, até a rodoviária. Eles estavam em uma moto e fariam uma entrega de drogas para uma pessoa que, possivelmente, levaria os entorpecentes para outra cidade. Porém, eles começaram a demorar muito local, e ninguém chegou. Então, para não perdermos o flagrante, fizemos a abordagem, realizamos as prisões e apreendemos os materiais e a moto”, explica.
 
Enquanto isso, durante uma operação em curso no Bairro Linhares, a segunda equipe de policiais apreendeu mais 6kg de haxixe, quatro porções de uma cocaína de alto grau de pureza, além de balança de precisão e material para o preparo e venda de drogas.
 
“Localizamos um tonel com os entorpecentes em um terreno baldio e identificamos outro buraco aberto para receber as drogas que viriam do Paraguai. Com todas as apreensões, calculamos um prejuízo aproximado de meio milhão de reais para os criminosos”, finaliza o delegado, acrescentando que, além das três prisões, outro indivíduo da organização já foi identificado, mas está foragido. Nesse sentido, as investigações prosseguem.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade