UAI
Publicidade

Estado de Minas OCUPAÇÃO DOS LEITOS SUBIU

Com pandemia em alta, Araxá reúne comerciantes e anuncia novo decreto

Reunião impôs regras para o funcionamento do comércio, igrejas, e realização de eventos. Cidade bateu recorde de casos na sexta e nesta segunda-feira (24/1)


24/01/2022 22:44 - atualizado 24/01/2022 22:44

reunião
Durante a reunião, secretária de Saúde afirmou que o quadro de profissionais da área está defasado (foto: Prefeitura de Araxá / Divulgação )
Diante dos novos recordes de notificações positivas pelo coronavírus nos últimos dias: 946 na sexta-feira (21/1) e 1.017 nesta segunda-feira (24/1), além do aumento das internações de pacientes com COVID-19, a prefeitura de Araxá, no Alto Paranaíba, se reuniu com representantes de bares, restaurantes e eventos para anunciar as novas medidas restritivas na cidade, que passam a valer a partir desta terça-feira (25/1).
 
Hoje, pela primeira vez no ano, o município voltou a registrar óbitos: uma mulher de 85 anos é a mais recente vítima do vírus na cidade. Os leitos clínicos estão com 70% de ocupação e os de UTI com 50%; cada tipo de base possui 10 acomodações. Ao todo, a cidade de pouco mais de 108 mil habitantes tem 3.560 pessoas com casos ativos, que se encontram em recuperação domiciliar. Só em 2022, 7.438 araxaenses contraíram a doença.

Imposições do novo decreto

 
A utilização de pistas de danças e acompanhamento da apresentação em pé também não está permitida. Bares e restaurantes deverão obedecer às regras de distanciamento e apresentar protocolo de biossegurança atualizado e submetido à Vigilância Sanitária.
 
Em estabelecimentos destinados à alimentação como bares, restaurantes, pizzarias e afins, as mesas poderão ser ocupadas por até seis pessoas, sendo respeitado o distanciamento de 1,5 metro entre elas. O álcool em gel deverá estar disponível em todas as mesas e balcões, ficando proibido o uso de cardápios compartilhados.
 
Igrejas e templos religiosos poderão realizar cultos, missas e celebrações com ocupação máxima de 50% dos assentos disponíveis. O ambiente deverá ser higienizado e todos os presentes deverão estar utilizando proteção facial. Nas apresentações musicais, os músicos devem estar a 1,5 de distância e, por isso, a máscara poderá ser retirada no momento específico da apresentação.
 
[Clique aqui] e confira o documento na integra.

Defasagem dos profissionais de saúde

A secretária de Saúde de Araxá, Lorena de Pinho Magalhães, durante a reunião com os representantes do comércio, fez um alerta para a situação da cidade. De acordo com ela, em uma semana, a taxa de ocupação de leitos aumentou expressivamente, o que fez com que a gestão revisse as regras já vigentes.
 
“Precisamos, mais do que nunca, de contar com a colaboração de todos para evitar mais contágios. Hoje, estamos com defasagem de profissionais de saúde, uma vez que muitos estão afastados com COVID-19, e por isso não é possível abrir mais leitos. Essas medidas vêm para evitar a proliferação da doença e consequentemente o aumento de internações”, adverte a secretária.
 
O prefeito de Araxá, Robson Magela (Cidadania), também chamou a atenção para que a população faça a sua parte para evitar a disseminação da doença.
 
“Esta semana será crucial. Precisamos da contribuição de todos, população, empresários e trabalhadores para frear a contaminação e evitar um colapso no Sistema de Saúde. Portanto, evite aglomerações, faça o distanciamento, use máscara e álcool em gel. Se tiver sintomas, tenha empatia e fique em casa. Nós vamos passar por isso, mas precisamos unir forças para reduzir as consequências da COVID-19”, alerta.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade