UAI
Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Capitólio: Marinha interdita balneário e mantém investigações na cidade

Bombeiros já confirmaram a morte de oito pessoas e procuram por pelo menos dois desaparecidos após tragédia em Escarpas do Lago


09/01/2022 09:17 - atualizado 09/01/2022 10:35

bombeiros e marinha em capitólio
Bombeiros e Marinha realizam trabalho de buscas (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 1º Distrito Naval, informou que equipes da Capitania Fluvial de Minas Gerais (CFMG) e da Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas) permanecem no local do acidente ocorrido nesse sábado (8/1) em Capitólio, Sudoeste de Minas. 

De acordo com a Marinha, uma equipe de 20 militares e sete embarcações (quatro lanchas e três motos aquáticas estão em apoio às buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) às tripulações das lanchas envolvidas no desastre, e em coordenação com órgãos municipais e estaduais.

A MB destaca que também está mantendo uma equipe com 10 militares na Marina “Clube Náutico”, em São João Batista do Glória, onde a operação está sendo coordenada, em conjunto com representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e Instituto Médico Legal.

Ontem mesmo a Marinha instaurou um inquérito para apurar as causas e circunstâncias do acidente, que até o momento tem oito mortes confirmadas.

Também serão analisados os aspectos sobre a segurança da navegação, a habilitação dos condutores envolvidos, o ordenamento aquaviário do local e a observância das normas e legislações emanadas pela Autoridade Marítima.

Em nota, a Marinha informou que a Prefeitura de Capitólio tem regulamentado, por meio do Decreto nº 32, de 27 de fevereiro de 2019, o ordenamento do espaço aquaviário sob sua jurisdição. Nesse sentido, a Marinha comunicou que toda a área de interesse encontra-se interditada, para as devidas verificações.

“A Marinha se solidariza com os familiares, parentes e amigos das vítimas, e ressalta que continuará no local, prestando apoio aos órgãos envolvidos. Para isso, determinou o deslocamento imediato de pessoal de apoio e de um Helicóptero para a região de Capitólio”, acrescentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade