UAI
Publicidade

Estado de Minas HOMICÍDIO

Tráfico de drogas estaria por trás de execução de menor em Juatuba

Adolescente de 17 anos foi morto com nove tiros; segundo investigações, ele teria dívida com traficantes do Bairro Samambaia


03/01/2022 11:09 - atualizado 03/01/2022 11:58

Bairro Boa Vista da Serra, em Juatuba
Crime ocorreu numa das ruas do Bairro Boa Vista da Serra, em Juatuba (foto: Youtube.com)

O acerto de conta do tráfico de drogas é apontado como motivação para o assassinato de Carlos Roberto Rodrigues Santos, conhecido como “Budim”, de 17 anos, na Rua São Vicente de Paulo, no Bairro Boa Visa, em Juatuba, na Grande BH. Ele foi morto com nove tiros. Um dos suspeitos, identificado por PH, foi preso. O outro, identificado apenas como Robson, está foragido.


Segundo testemunhas, “Budim” estava sentado na beirada do meio-fio, conversando com um amigo, identificado como “Lelê”, quando surgiram os dois homens atirando. O alvo era Budim, que acabou atingido com três disparos no peito, dois nos braços, um no pé esquerdo, um na perna esquerda e dois nas costas. Lelê fugiu. Os autores correram em direção à BR-262.


Segundo informações obtidas pelos policiais militares que estiveram no local, a vítima era vendedor de drogas e estaria devendo uma grande quantia para seus fornecedores, no Bairro Samambaia. Ele atuava no Bairro Boa Vista. No entanto, como não conseguia quitar a dívida, passou a pegar drogas com traficantes rivais, o que desagradou à gangue do Samambaia.


Pistas


Os policiais conseguiram informações, com testemunhas, sobre os autores, PH e Robson, que são conhecidos na região. A partir daí, chegaram a duas casas, onde os suspeitos moram. Na primeira, na Rua D, a casa que seria de Robson parecia estar abandonada. No interior, no entanto, encontraram material usado para embalar drogas. Mas não encontraram o suspeito.


Os policiais foram, então, ao segundo endereço, na Rua C, onde encontraram PH, que negou o crime. No entanto, encontraram um arma, uma pistola nove milímetros, que pode ser a que foi usada no crime. 


No quintal da casa, os policiais encontraram vários pontos de terra remexida e ao escavar encontraram barras de maconha, cocaína e crack, além de munição, que estavam enterradas. PH assumiu, também, ser o dono da casa da Rua D. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Juatuba.


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade