UAI
Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM BH

COVID-19 em BH: transmissão aumenta e fica a um passo do alerta

Nível de contágio subiu de forma considerável a ponto de ficar próximo do nível amarelo de atenção. BH está no verde desde o dia 8 de outubro


25/10/2021 20:55 - atualizado 25/10/2021 20:55

Imagem de UPA em BH
Transmissão da COVID-19 aumentou em Belo Horizonte, de acordo com o boletim desta segunda-feira (25/10) (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Belo Horizonte está em compasso de atenção quanto ao nível de transmissão da COVID-19. Isso porque o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta segunda-feira (25/10) mostrou que o indicador está a um passo de estar no nível amarelo de alerta, considerado intermediário.

Na última sexta-feira (22/10), a transmissão, também chamada de Fator RT, estava em 0,94. No entanto, o indicador começou a semana em 0,99. A partir de 1 até 1,19, o nível passa de verde para amarelo. De 1,2 para cima, significa alerta máximo, representado pela cor vermelha. No patamar atual, 99 pessoas se infectam pelo vírus a cada 100 diagnósticos, em média, em Belo Horizonte.

Imagem dos indicadores do boletim de BH
Veja os números mais atualizados do boletim desta segunda-feira de BH (foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
Em relação aos leitos, houve queda na demanda em relação às vagas de terapia intensiva nas redes pública e privada de saúde de Belo Horizonte para pacientes com COVID-19. A semana passada fechou com o patamar de 48%, que caiu nesta segunda para 46,6%. Com isso, o indicador permanece no estágio de controle. Já em relação às unidades de enfermaria, a ocupação segue com 39,1%.

Casos e mortes


Em mais um boletim, a Secretaria Municipal de Saúde reduziu o número de mortes por COVID-19 em Belo Horizonte. De acordo com a pasta, houve correções de inconsistências nas bases dos sistemas do Ministério da Saúde. Com isso, as vidas perdidas caíram de 6.863 para 6.862. Na última sexta, 13 óbitos foram retirados do relatório.

Além disso, foram acrescentados ao boletim 327 casos positivos de COVID-19. Ao todo, a capital mineira já registrou 287.693 diagnósticos de coronavírus.

Vacinação


Em relação ao último boletim, Belo Horizonte aplicou mais 22.516 doses de vacinas contra a COVID-19, sendo 1.944 de primeira injeção e outras 13.623 de segunda. Além disso, 6.925 doses de reforço foram aplicadas e mais 24 pessoas receberam a dose única, administrada pela Janssen.

Ao todo, Belo Horizonte já registrou 2.095.987 aplicações de primeira dose, enquanto 1.467.512 doses foram administradas como segunda injeção. Além disso, foram aplicadas 160.044 doses de reforço e 60.262 como dose única.

Segundo o boletim, 82,4% do público-alvo já se vacinou com a primeira dose, enquanto 58,4% completou o esquema com as duas doses ou dose única.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade