UAI
Publicidade

Estado de Minas TEMPESTADE

Prefeitura de Montes Claros monta força-tarefa para avaliar prejuízos

Chuva acompanhada de granizo e vento forte provocou uma grande destruição na cidade


23/10/2021 15:23 - atualizado 23/10/2021 16:41

Bombeiros vistoriam Ginásio Poliesportivo de Montes Claros. Jogo de abertura da Superliga foi suspenso por causa da tempestade
Bombeiros vistoriam Ginásio Poliesportivo de Montes Claros. Jogo de abertura da Superliga foi suspenso por causa da tempestade (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press)
A Prefeitura de Montes Claros, no Norte de Minas, montou uma força-tarefa para avaliar a dimensão dos estragos  provocados por uma chuva acompanhada de granizo e vento forte que caiu sobre a cidade  na tarde de sexta-feira (22/10). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o vento atingiu a velocidade de 114 quilômetros por hora - , fenômeno que jamais tinha sido registrado na cidade. Em 20 minutos, foram registrados 40 milímetros de chuva.

Por causa da tempestade, o jogo de abertura da Superliga Masculina 2021/2022, entre o Montes Claros América Vôlei e o Brasília Vôlei, que aconteceria na tarde deste sábado (23/10), no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, foi suspenso, tendo em vista que a cobertura do ginásio foi danificada pelo  vento. A nova partida ainda não teve data e local marcados, o que vai depender de um acordo entre o América Vôlei e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

A chuva, acompanhada de granizo e ventania, também afetou a vacinação contra a COVID-19 no município. Foi suspensa a imunização contra o coronavírus que seria realizada no sistema dry-trhu no Montes Claros Shopping. As tendas usadas na vacinação foram danificadas pela força do vento.

Devido à velocidade do vento, uma torre de telefonia celular, de cerca de 40 metros de altura, também foi derrubada no Bairro Acácias (região do Grande Independência) durante a tempestade. O equipamento atingiu o muro de uma casa. Ninguém se feriu.

Neste sábado, o Corpo de Bombeiros divulgou um balanço dos prejuízos provocados pela chuva, no qual informa que foram atendidas mais de 40 ocorrências, destacando 33 quedas de árvores, cinco inundações e cinco desmoronamentos. De acordo com os bombeiros, não houve vítimas com ferimentos.

Por outro lado, o secretário municipal de Defesa Social, Anderson Vasconcelos Chaves, informou que no Bairro Olga Benário, duas casas foram danificadas parcialmente e tiveram a estrutura abalada. 15 pessoas ficaram desalojadas no local.

Conforme Chaves, além de colchão e cobertores, a prefeitura ofereceu, no Ginásio Municipal Ana Lopes, abrigar os desalojados pela chuva. Mas as vítimas do Olga Benário preferiram permanecer nas casas de vizinhos ou de parentes.
Telhado do Ginásio Poliesportivo de Montes Claros foi bastante afetado pela chuva
Telhado do Ginásio Poliesportivo de Montes Claros foi bastante afetado pela chuva (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press)

FORÇA-TAREFA


O secretário municipal de Defesa Social disse que a força-tarefa formada pela prefeitura para avaliar os danos provocados pela tempestade conta a participação do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Guarda Municipal. "Estamos monitorando e fiscalizando todos os pontos com histórico de alagamento na cidade", afirmou Anderson Chaves, lembrando que um locais mais castigados pela inundação de sexta-feira no município foi o Bairro Raul Lourenço. "O ponto positivo foi que não tivemos nenhum  óbito na cidade por causa da chuva", ressaltou.

"Foi uma chuva muito intensa e muito concentrada", afirmou o vice-prefeito de Montes Claros, Guilherme Guimarães, também secretário de Serviços Urbanos do Município. Na manhã deste sábado, em companhia dos secretários municipais de Esportes (Marcelo de Paula Nagem) e de Infraestrutura (Wanderlino Silveira), ele fez uma vistoria no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, para avaliar os estragos causados pela tempestade.

Guilherme Guimarães disse que, na segunda-feira (25/10), a prefeitura reunirá sua equipe técnica para avaliar os danos causados pela tempestade e as providências a serem tomadas. Ele lembrou ainda que houve a retirada de telhados em escolas de saúde e problemas em postos de saúde.

"A prefeitura entende que tem que recuperar todos os espaços públicos para que possam ser usados pela população". E afirmou que a disposição da municipalidade é a reforma do Ginásio Poliesportivo dentro do 'mais rápido possível', para que os jogos do Montes Claros América Vôlei na Superliga Masculina possam voltar a acontecer no local. "Tudo que puder ser feito para dar agilidade e, sobretudo, economicidade ao processo, será realizado", assegurou o vice-prefeito.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade