UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

'Sensação de alívio e felicidade', relatam adolescentes vacinados em BH

Os adolescentes de 16 anos tomam a primeira dose nesta segunda-feira (4/10)


04/10/2021 13:21 - atualizado 04/10/2021 14:13

Posto de vacinação no formato drive-thru na UFMG
Vacinação contra a COVID-19 (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Nesta segunda-feira (4/10) Belo Horizonte está aplicando a primeira dose da  vacina contra a COVID-19 , em jovens com 16 anos.
 
No posto de vacinação da UFMG, a reportagem conversou com alguns jovens que disseram estar felizes por poder tomar a vacina que estavam esperando há tanto tempo.
 
O estudante Oliver Grey Chamone Verdolim, que foi tomar a primeira dose acompanhado de sua mãe Dini Grey De Oliveira Martins, de 50 anos, informou à reportagem que se sente aliviado em poder se vacinar contra o vírus: "Estava esperando bastante por ela, estou me sentindo um pouco mais tranquilo para começar a voltar à normalidade”. 
 
O jovem tomou a primeira dose acompanhado de sua mãe Dini Grey De Oliveira Martins de 50 anos
Estudante Oliver Grey Chamone Verdolim de 16 anos (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
 
Oliver acrescentou que a pandemia mudou vários costumes em sua vida, e que algumas medidas de proteção ele pretende seguir para o resto da vida: "Pessoalmente, não pretendo largar a máscara para poder entrar em ônibus e hospitais. Não vejo problema em continuar este hábito permanente, já que desta forma evitamos a transmissão do vírus e o surgimento de novas variantes”. 
 
Com a mesma linha de pensamento, a estudante Fernanda Zeni Salgado, que também se vacinou na manhã desta segunda (4/10), explicou: "Seria legal se as pessoas continuassem o uso da máscara para frequentar lugares muito cheios, hospitais e restaurantes". 
 
Fernanda tomando a vacina da Pfizer no posto de vacinação contra a COVID-19 na UFMG
Estudante Fernanda Zeni Salgado de 16 anos (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
 
 
Fernanda tomou a vacina da marca Pfizer, e disse sentir alívio em poder se imunizar contra o coronavírus.
 
Já Heitor Garcia D'Almeida disse que tomar a vacina foi uma sensação maravilhosa: "Estou muito feliz em poder me vacinar, porque agora vou poder sair com meus amigos com mais tranquilidade". 
 
Tomando a primeira dose da vacina da marca Pfizer, estando acompanhado do Pai Roberto Carlos Machado, representante de vendas, 52 anos
Estudante Heitor Garcia D'Almeida de 16 anos (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
 
 
Em relação aos cuidados, Heitor diz que ele tentou manter o máximo de distanciamento das pessoas, usou máscara e álcool em gel constantemente, durante a pandemia. "Mas sendo sincero, não sei se conseguiria continuar com todos estes cuidados por muito mais tempo, pois estou com muita vontade de voltar à vida normal."  
 
De acordo com a PBH, para tomar as doses é necessário levar o cartão de vacina, CPF e documento oficial com foto. 
 
O horário de funcionamento dos locais de vacinação em dias úteis é das 8h às 17h para pontos fixos e extras e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Já aos sábados os postos fixos e extras funcionam das 7h30 às 14h e os pontos drive-thru das 8h às 14h.
 
Há também quatro pontos de vacinação com horário noturno, que funcionam de segunda a sexta-feira. Confira os horários e endereços:
 
  • UFMG Campus Saúde (Escola de Enfermagem): avenida Professor Alfredo Balena, 190 - Santa Efigênia – Funcionamento das 12h às 20h
  • Faculdade Pitágoras: rua dos Timbiras, 1.375 - Funcionários – Funcionamento das 8h às 20h
  • UNA-BH: rua Aimorés, 1.451 - Lourdes – Funcionamento das 8h às 20h
  • Faminas-BH: avenida Cristiano Machado, 12.001 - Vila Clóris – Funcionamento das 8h às 20h
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade