UAI
Publicidade

Estado de Minas EM 2021

Vacinação avança e regional em Varginha registra menor ocupação de UTI

Superintendente credita o recorde neste ano ao avanço da imunização contra COVID-19 na região: "tem se mostrado um divisor de águas"


12/08/2021 15:44 - atualizado 12/08/2021 18:09

Outras Regionais de Saúde da macrorregião Sul também registraram queda no número de ocupação de leitos de UTI/COVID(foto: Fábio Marchetto/SES-MG)
Outras Regionais de Saúde da macrorregião Sul também registraram queda no número de ocupação de leitos de UTI/COVID (foto: Fábio Marchetto/SES-MG)
A Regional de Saúde de Varginha registrou nesta quinta-feira (12/8) a menor taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para COVID-19 em todo o ano de 2021. A taxa recorde de 44,65% de ocupação se deve, segundo a superintendência, por causa do avanço da vacinação.

“O momento de menor pressão se deve claramente à imunização contra a COVID-19, que tem se mostrado um divisor de águas no enfrentamento da pandemia. O enfrentamento do coronavírus na macrorregião Sul encontra-se em um patamar extremamente confortável na taxa de ocupação de leitos”, afirma superintendente especial de combate à COVID-19 de Varginha, Luis Carlos Coelho.
 
Mesmo com o dito conforto, no entanto, Coelho ressalta que não a população não pode deixar de prestar atenção às variantes, principalmente a Delta. O superintendente explica que mais de 100 mil doses da vacina - incluindo primeiras, segundas e únicas aplicações- já foram aplicadas na população de Varginha.
 
“Essas taxas são apuradas diariamente e existem planilhas que são distribuídas para que os municípios possam elaborar e acompanhar como está a ocupação dos leitos no Sul de Minas”, explica Coelho.
 
Ele constata que esse trabalho tem sido fundamental para validar, mais ainda, a campanha de vacinação. “O lado importante dessa divulgação dos números do SUS Fácil: validar o quão positivo tem sido a vacinação para a população e a importância de cada pessoa buscar sua dose”, completa.
 
Todos os números listados nesta reportagem são do SUS Fácil. 
 

Situação em toda a regional

 
Também foram divulgados os números de todas as cidades que compõem a Regional de Saúde de Varginha. Apesar da taxa mais baixa como um todo, existe hospital com 80% de ocupação de UTI/COVID, em Lavras.
 
Confira a situação de cada unidade pública: 
 
  • Aiuruoca tem 30% de lotação, com sete leitos livres e três ocupados;
  • Baependi tem 60% de lotação, com quatro leitos livres e seis ocupados;
  • Boa Esperança tem 60% de lotação, com quatro leitos livres e seis ocupados;
  • Itanhandu tem 20% de lotação, com oito leitos livres e dois ocupados;
  • Lavras com 80% de ocupação na Santa Casa, sendo dois leitos livres e oito ocupados;
  • Lavras com 60% de ocupação no Hospital Vaz Monteiro, sendo quatro leitos livres e seis ocupados;
  • São Lourenço tem 28% de ocupação, com 18 leitos livres e sete ocupados;
  • Três Corações tem 70% de ocupação, com seis leitos livres e 14 ocupados;
  • Três Pontas tem 35,71% de ocupação, com nove leitos livres e cinco ocupados;
  • Varginha com 50% de lotação no Hospital Regional, com 10 leitos livres e 10 ocupados;
  • Varginha com 20% de lotação no Hospital de Campanha, com 16 leitos livres e quatro ocupados. 
 

Situação em outras regionais

 
Em outras regionais, a ocupação de UTI/COVID é a seguinte: 
 
  • Alfenas têm 28 leitos livres e 32 ocupados, com uma taxa de 53,33% de ocupação
  • Passos têm 21 leitos livres e 19 ocupados, com uma taxa de 47,50% de ocupação
  • Pouso Alegre possuí 88 leitos livres e 68 ocupados, com uma taxa de 40,33% de ocupação 
 
Quando considerada toda a macrorregião de saúde do Sul de Minas, o índice de ocupação de UTI/COVID nesta quinta-feira (12/8) fica em 44,55%. Na quarta (11/8), foi de 45,23% e um dia antes, na terça (10/8), atingiu o índice mais baixo de 2021: 42,5%.
 

Situação em Varginha

 
Em Varginha, a situação em relação ao Hospital Regional é de 50% de ocupação de UTI/COVID, enquanto no Hospital de Campanha, 20%.
 
No total, são 10 leitos livres e 10 ocupados no Hospital Regional do Sul de Minas e, no Hospital de Campanha, são 16 leitos livres e quatro ocupados com pacientes.
 
Segundo o boletim de saúde relacionado aos dados da COVID-19 em Varginha, divulgado na segunda-feira (9/8), 16.746 pessoas foram infectadas e 327 morreram por conta da doença desde o início da pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade