Publicidade

Estado de Minas CONTRA O CORONAVÍRUS

BH: adultos de 53 a 55 anos serão vacinados a partir desta quinta (24/6)

Prefeitura de Belo Horizonte ampliou vacinação contra a COVID-19 com a chegada de novos imunizantes. Confira o cronograma


23/06/2021 16:54 - atualizado 23/06/2021 18:16

Adultos de 53 a 55 anos serão vacinados em BH(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A. Press)
Adultos de 53 a 55 anos serão vacinados em BH (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A. Press)
 
 
Depois de semanas com a vacinação por faixa etária interrompida em Belo Horizonte, a prefeitura anunciou, nesta quarta-feira (23/6), que, a partir de amanhã (24/6), poderão se imunizar as pessoas de 55, 54 e 53 anos completos até 30 de junho.

A vacina será aplicada exclusivamente aos residentes da capital. De acordo com a prefeitura, a expectativa de público para tomar a primeira dose do imunizante contra a COVID-19 nesta etapa é de cerca de 63 mil pessoas.

Confira o cronograma para os próximos dias:
  • Dia 24 (quinta-feira): pessoas de 55 anos
  • Dia 25 (sexta-feira): pessoas de 54 anos
  • Dia 26 (sábado): pessoas de 53 anos
No momento da vacinação é necessário seguir as seguintes orientações:

  • Ser cidadão residente de Belo Horizonte
  • Apresentar documento de identificação com foto
  • Não ter recebido vacina contra a COVID-19
  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias
  • Não ter tido COVID-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias

O horário de funcionamento dos locais de vacinação será das 7h30 às 16h30 para pontos fixos e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Confira os endereços no Portal da Prefeitura.

A PBH alerta que os usuários devem ficar atentos aos locais de vacinação, já que por questões de logística os pontos são alterados frequentemente.
 

Vacinação para outros grupos 


Nesta quarta-feira (23/6), a Prefeitura de Belo Horizonte segue com a vacinação para grávidas e puérperas de qualquer idade e sem comorbidades. Além delas, as pessoas que por alguma razão ainda não tomaram a segunda dose da CoronaVac também estão sendo imunizadas. 

É o caso da engenheira civil Stefani Fania, de 34 anos, grávida do segundo filho. Ela recebeu a vacina no posto drive-thru do Shopping Boulevard e conta que o imunizante significa maior segurança para enfrentar a pandemia.

“É só acompanhar os números. Estatisticamente, o número de pessoas que tiveram algum problema depois de tomar a vacina é infinitamente menor do que o número de mulheres que morrem e não tomaram a vacina. Em nenhum momento não cogitei tomar a vacina”, disse.
 
Stafani Fania, de 34 anos, está no quarto mês de gestação do seu segundo filho(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Stafani Fania, de 34 anos, está no quarto mês de gestação do seu segundo filho (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Para conferir os locais de vacinação de grávidas e puérperas de qualquer idade e sem comorbidades, clique aqui. Já para as pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da CoronaVac, clique aqui

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.

(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)
(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade